A12

O mendigo e a pedra

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

Havia, certa vez, um mendigo que passava o dia sentado numa pedra na beira de uma estrada, pedindo esmola. Por isso, aquela pedra era chamada “A pedra do mendigo”.

Um dia, o dono daquelas terras precisou da pedra para uma construção, e mandou que ela fosse transportada. Os empregados vieram com um trator, porque a pedra era grande e pesada.

Ao rolarem a pedra, tiveram uma surpresa: Embaixo dela havia um tesouro. Uma caixa de bronze, cheia de ouro, prata e pedras preciosas. Certamente alguém, a centenas de anos atrás, havia escondido naquele lugar a sua fortuna, e depois morreu sem ter contado isso para ninguém.

Que contraste! Um mendigo, pedindo esmola, sentado em cima de um grande tesouro, capaz de fazê-lo um dos homens mais ricos da região!

Em muitas casas, acontece algo bem parecido, com a Bíblia. A família a tem, ela é a Palavra de Deus e o caminho para a nossa felicidade. No entanto, ela fica escondida em um canto, e às vezes as pessoas se esquecem até de que ela existe.

A felicidade existe, é possível e está bem pertinho de nós. Falta abrir o tesouro. Muitos morrer de sedo ao lado da fonte de águas cristalinas.

“O meu mandamento não está no céu, para que digas: Quem poderá subir ao céu por nós para apanhá-lo?... Não está do outro lado do mar... A minha palavra está bem ao teu alcance, está em tua boca e em teu coração, para que possas cumprir” (Dt 30,11-14).

Maria Santíssima amava muito a Palavra de Deus. Foi sua prima Isabel que disse isto: “Feliz aquela que acreditou, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!” (Lc 1,45).

Fonte: O mendigo e a pedra

Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres