A12

Qual a diferença entre Novas Comunidades e Congregações?

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

duvidas religiosas logoNa vida da Igreja existem muitas vocações que são um presente de Deus para a humanidade. Nenhuma vocação é para si mesmo, ou para ser vivida de um modo isolado. A vocação é um dom para o outro, que me faz feliz, na medida em que eu sou capaz de fazer as outras pessoas felizes, de dar Deus pra elas.

As congregações nasceram na Igreja num contexto medieval e pós-medieval em que as ordens religiosas necessitavam de renovação espiritual. As congregações são assim comunidades religiosas somente masculinas ou somente femininas, que tem uma regra de vida comum, um jeito próprio de viver, segundo o plano de Deus inspirado para os seus fundadores. Elas diferem das ordens sobretudo pela vida apostólicas, ou seja, as congregações não são de clausura, tem uma vida pastoral ou missionária, com campos de atuação bem definidos.

As novas comunidades são uma realidade atual, nascidas há aproximadamente cinquenta anos, na grande primavera causada pelo Concílio Vaticano II. Elas constituem uma realidade dinâmica, viva e muito bela. A grande diferença com relação as congregações é amplitude dos membros dessas novas comunidades.

:: Qual a diferença entre padre diocesano e padre religioso?
:: Como é viver a vida comunitária neste mundo cada vez mais individualista?

Nelas vivem pessoas que tem um carisma próprio dado por Deus para o fundador, ou como é muito comum para um grupo de fundadores. Esse carisma é vivido por pessoas com diversas vocações específicas, nelas estão padres, diáconos, famílias, leigos e leigas consagrados e celibatários, que muitas vezes convivem numa mesma casa e são unidos pelo carisma.

Algumas tem uma vida interna, contemplativa e também pastoral, missionária, atuando nos mais diversos âmbitos sociais, com trabalhos conjuntos com paróquias, outras comunidades, e às vezes com congregações religiosas. Muitas tem células, pequenos grupos de pessoas externas que vivem o carisma ou envolvidos por ele de algum modo.

Essas duas formas de vida inspiradas por Deus para a sua Igreja e para toda a humanidade são um grande tesouro que precisa ser descoberto e redescoberto continuamente!

           


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres