Por André Somensari Em Notícias

Dom Orlando Brandes completa 6 meses de bispado em Aparecida

Posse de dom Orlando Brandes, por André Somensari

Foto: André Somensari/JS

A Arquidiocese de Aparecida (SP) comemora, no dia 21 deste mês, seis meses de bispado de seu arcebispo, dom Orlando Brandes, que sucedeu dom Raymundo Damasceno, em solenidade festiva no dia 21 de janeiro deste ano. Ele é o quinto arcebispo da história da Arquidiocese.

Dom Orlando, que em outubro conduzirá, na Casa da Mãe, os festejos do Jubileu dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul, contou à equipe do Jornal Santuário como analisa esses seis primeiros meses na Arquidiocese:

“No fim do ano passado, quando eu ainda estava na arquidiocese de Londrina (PR) e o pessoal me perguntava sobre meus planos para Aparecida (SP), dizia que o plano número um era chegar aqui, conhecer, aprender, respeitar toda uma caminhada de 300 anos; assim eu estou fazendo desde que cheguei! Lembro-me de uma história de uma religiosa que ia trabalhar nas periferias de Buenos Aires e ela perguntou a um padre: – O senhor me dá um conselho para meus trabalhos lá? Ele disse: – Tome chimarrão dois anos com o povo e você conhecerá toda a realidade. Então estou nesse período, de conhecer a realidade local, que na verdade são duas: a da Arquidiocese, com seu povo e sua cultura e o Santuário Nacional. É um período de aprendizado, descobertas e de maravilhamento. Acredito que levarei de um ano e meio a dois anos para eu me inteirar de tudo sobre a Arquidiocese e o Santuário Nacional”, afirma dom Orlando Brandes.

:: Receba o Jornal Santuário em casa

Oriundo da região Sul do país, dom Orlando é natural de Urubici (SC). Em 1974, aos 28 anos, foi ordenado padre em Francisco Beltrão (PR). Em 1994, o Papa São João Paulo II o nomeou bispo de Joinville (SC), e, 12 anos depois, em 2006, retornou ao Paraná, como Arcebispo de Londrina, nomeado pelo Papa Bento XVI. Em 2007, foi eleito presidente da Comissão Episcopal Vida e Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e membro delegado da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho (Celam), juntamente com o então cardeal de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, atual Papa Francisco, que o nomeou Arcebispo de Aparecida, em 19 de novembro do ano passado.

Em sua posse, durante a homilia, dom Orlando emocionou a todos ao dizer: “vocês dizem que esta missa é de posse do bispo, mas na verdade são vocês que tomam posse da minha vida, do meu ministério em Aparecida”. Ele também relembrou a célebre frase do Papa Francisco, que diz: “em Aparecida, Deus ofereceu ao Brasil sua própria Mãe!”

O arcebispo, desde que chegou à cidade da fé, passou a ter devoção por dois santos muito queridos pelo povo da Arquidiocese: “Estou aprendendo a amar São Benedito e Santo Expedito, santos tão populares aqui na região e que não são devoções muito fortes no Sul do país”, diz o arcebispo.

A partir desta edição do Jornal Santuário, dom Orlando estreia como articulista de nosso jornal, em que, mensalmente, dialogará com os leitores do JS no editorial.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Rita de Cássia Gomes comentou:

Quero com carinho dar os Parabéns e pedir a bênção de Deus e da Mãe Aparecida para Dom Orlando Brandes pelo seis meses de arcebispo de Aparecida!!!

respondeu:

Olá, Rita de Cássia! Obrigado pelo seu comentário e pelas congratulações ao nosso Arcebispo Dom Orlando Brandes. Um homem repleto de fé e que ainda há de executar grandes projetos no Santuário Nacional. Um grande abraço e fique com Deus!

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por André Somensari , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.