A12

Evangelho em Libras | Solenidade de São Pedro e São Paulo – Ano A

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

Reflexão: Pe. Luiz Camilo Jr - C.Ss.R
Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

(Mt 16,13-19)

Naquele tempo, Jesus foi à região de Cesarea de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “quem dizem os homens ser o filho do homem?”
Eles responderam: “alguns dizem que é João batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”.
Então Jesus lhes perguntou: “e vós, quem dizeis que eu sou?”
Simão Pedro respondeu: “tu és o messias, o filho do deus vivo”.
Respondendo, Jesus lhe disse: “feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu pai que está no céu. Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do reino dos céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

Reflexão
Celebramos a solenidade dos apóstolos São Pedro e São Paulo. Celebrar esses dois grades apóstolos de Cristo é celebrar a vida da igreja em sua totalidade, tanto na sua dimensão hierárquica, de organização estrutural, quanto na sua dimensão missionária, de ser continuadora da missão dos apóstolos de levar o evangelho até os confins da terra.
Para entender a missão da igreja é preciso entender a missão que cristo confiou aos seus apóstolos e discípulos. Celebrar São Pedro e São Paulo é celebrar o próprio Cristo que os escolheu e confiou-lhes tão importante missão, de serem as bases da igreja que nasceu como comunidade estruturada sobre essas duas colunas: a dimensão estrutural e a dimensão missionária.
O evangelho desta solenidade nos ajuda a entender a resposta de amor que estes apóstolos deram a Cristo e a resposta de fé que hoje nós precisamos dar para sermos continuadores de sua missão e do seu jeito de amar. Como discípulo é preciso responder algo fundamental: quem é Jesus? O que ele significa para nós? Pois sem responder a isso não teremos condições de dar testemunho dele para o mundo. Pois antes de dizer quem Jesus é para os outros, tenho que ser capaz de responder quem ele é na minha vida. Dessa resposta vai depender nosso compromisso com cristo e com a igreja.
O evangelho diz que Jesus leva seus discípulos para a região de Cesareia de Filipe, isto é, ele se afasta com eles de Jerusalém, que era o centro político e religioso da época. Jesus os leva para uma região periférica, com todos os seus problemas de periferia, para que os discípulos enxergassem Jesus longe daquilo que Jerusalém representava e próximo daquilo que representava sua missão. Primeiro Jesus pergunta o que os outros pensam dele. Depois ele pergunta: “e vós, quem dizeis que eu sou?”. Pedro, em nome de todos, responde prontamente: “tu és o messias, o filho do Deus vivo”.
Pedro não respondeu isso porque ouviu dizer, aliás, ninguém havia dito antes. Mas Pedro responde por que Deus o tinha revelado, e a revelação de Deus se deu pelo fato de Pedro, apesar de todas as suas limitações, ter se comprometido de verdade com cristo e sua missão. Assim, o testemunho de fé de Pedro se torna a base para o nascimento da igreja, da comunidade daqueles que sabem quem Jesus é que são capazes de o testemunhar com a vida, como fez Paulo, o grande apóstolo das nações, que levou o evangelho de cristo para tantos lugares e para tantos povos. Assim, Pedro e Paulo, de maneiras diferentes, edificam a igreja de Cristo numa mesma fé, sendo testemunhas do evangelho na entrega da própria vida pela construção do reino.

https://www.facebook.com/portala12
https://twitter.com/portal_a12
Contato: contato@a12.com

.:: Salmo 33 - Ano A – Solenidade de São Pedro e São Paulo


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres