Por Beatriz Nery Em Notícias

Petroleiros paralisam por 72 horas para reduzir preço dos combustíveis

Shutterstock
Shutterstock

Mais uma categoria entra em greve. A Federação Única dos Petroleiros afirmou que fará paralização de 72 horas reivindicando o preço do diesel, gasolina e GLT, o gás de cozinha.

O motivo é o alinhamento do governo Temer sobre o preço dos combustíveis ao preço do barril de petróleo no mercado internacional. A partir dos conflitos em terras do Oriente Médio, o preço aumenta.

Em entrevista exclusiva ao Notícias em 30 Simão Zanardi, diretor da Federação Única dos Petroleiros pede calma a população. “A greve não pretende piorar ou atrapalhar o desabastecimento do país, queremos mudar a politica de reajuste, não agravar mais a crise”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.