Por Beatriz Nery Em Notícias Atualizada em 10 JUL 2018 - 11H40

Reajuste do plano de saúde será mais baixo após ação da IDEC

Shutterstock.
Shutterstock.

Leia MaisNova opção para tratamento de Alzheimer chega ao SUSEntenda a situação dos idosos na América LatinaRecusa na doação de órgãos é de 43% no BrasilO Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, IDEC, entrou com uma ação civil pública para suspender o aumento anual da revisão da metodologia de cálculo regida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, ANS, por meio dos planos de saúde individuais e familiares.

Foi determinado via judiciário que o reajuste será de 5,72% para os anos de 2018 e 2019, diferente dos anos anteriores em que o reajuste chegava a 13%. Sancionado assim, o reajuste não irá ultrapassar a inflação setorial da saúde.

São 16 anos questionando a fórmula de cálculo que demonstra irregularidades. “Uma das questões apontadas é que a ANS estaria contando duas vezes o impacto que a atualização do hall de procedimento, que é a lista de atendimentos que as operadoras devem oferecer, duas vezes no reajuste”, afirma a pesquisadora em Saúde do IDEC, Ana Carolina Navarrete.

Ouça sua análise sobre essa decisão:

ATUALIZAÇÃO

A ANS publicou recentemente a norma que atualiza as regras para aplicação da coparticipação e franquia em planos de saúde. A partir disso, o consumidor que assinará a franquia depois do dia 27 de junho estará protegido ao estabelecer diversas diretrizes. Há 20 anos as regras estavam sendo regidas sem atualização.

O diretor adjunto de desenvolvimento setorial da ANS, Daniel Pereira, conta quais são as vantagens das novas regras ao consumidor:

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.