Por Beatriz Nery Em Notícias Atualizada em 28 JUN 2018 - 11H40

Saiba se torcer pelo Brasil afeta seu coração!

Shutterstock
Shutterstock

Desde o início da Copa do Mundo da Rússia, os jogos da seleção brasileira estão causando fortes emoções aos torcedores. Passamos para as oitavas de final e mais expectativas para o hexacampeonato virão. O cardiologista do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, Dr. Marcelo Sampaio auxilia nos cuidados com o coração neste período.

Leia MaisEntenda como empresa deve proceder durante jogos do BrasilJogador Zinho comenta chances do Brasil na CopaAprenda palavras em russo pra usar na hora dos jogos!Rádio Aparecida transmite especial sobre “O Brasil das Copas”Vou enfartar por um jogo difícil do Brasil?

“Acredita-se que para o coração as emoções que são positivas, alegres, festivas mesmo que intensas não tem tanto problema assim. O que se sabe é que a tristeza, a depressão, ansiedade, melancolia e isolamento são piores sentimentos para o coração do que a festividade”, afirma o cardiologista. Um jogo de 90 minutos por mais tenso que seja, produz felicidade e uma expectativa positiva e traz benefícios e não preocupa em questões médicas.

Combinação perigosa

A preocupação maior, segundo o doutor, está nas ações exteriores dos jogos por meio da escolha de alimentos pesados e gordurosos e bebidas alcoólicas. “As emoções são contornadas pelo sistema de adaptação, a complicação são os excessos”.

Posso tomar remédio e beber?

Um mito para dias dos jogos é deixar de tomar a medicação com a desculpa do uso da bebida alcoólica. Se você é diabético ou hipertenso é preciso moderar na ingestão das bebidas e não deixar de ingerir o remédio, ele não irá potencializar ou perder o efeito. “O aviso é para quem faz uso de remédios psicoemocionais e psicotrópicos, não se deve fazer uso excessivo do álcool”, avisa Dr. Sampaio.

Copa do Mundo x Inverno

A preocupação maior neste período é o inverno, que calha justamente com os jogos de Copa do Mundo. Nesta estação os riscos de infarto aumentam consideravelmente. “Estudos recentes indicaram que estar gripado aumenta os riscos de infarto. Pede-se que o hipertenso se vacine para prevenção”, orienta.

Saiba sintomas do infarto e como prevenir o ataque cardíaco durante este período propício:

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.