Por Beatriz Nery Em Notícias

Se Paulo vivesse hoje, seria ouvido nos meios de comunicação?

Shutterstock
Shutterstock

Leia MaisPadre Zezinho pede católicos inteligentes na Palavra de Deus“Uma Igreja que não pensa, dá o que pensar”, afirma Padre ZezinhoPadre Zezinho faz uma reflexão sobre as injustiças no mundo de hojePadre Zezinho, em sua reflexão, traz a figura de Paulo como pregador e o coloca nos tempos de hoje. “Com a linguagem de agora, diante das câmeras e microfones, que palavras ele usaria em sua comunicação?”, questiona.

Antes, como Saulo, fazia parte do império romano e perseguia os cristãos até ter um encontro pessoal com Cristo, em que, dali em diante, se tornaria Paulo. A partir disso, passou a testemunhar Jesus junto aos apóstolos.

Muitos neste período não acreditavam em sua conversão. “Quem era esse Paulo que tinha perseguido aos cristãos e agora fica falando de Jesus, como se o conhecesse? Era assim que o tratavam. Paulo questionava demais, mas foi quem disse - e talvez dissesse - palavras para os tempos de hoje”, completa padre Zezinho.

Mas ele seria convidado por emissoras para falar sua verdade ou seria descriminado pelas coisas que diria?

Ouça a explicação de “Viver como Jesus viveu":


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.