Por Elisangela Cavalheiro Em Igreja

Peregrinação inédita da relíquia de Santa Teresa chega a Aparecida (SP)

O bastão que acompanhou Santa Teresa de Ávila ao longo de sua vida chegou ao Brasil nesta quinta-feira, 16, e foi recebido em Aparecida, interior de São Paulo, pelas Irmãs Carmelitas Descalças. O Brasil é o primeiro na lista da peregrinação da relíquia e o Carmelo de Santa Teresinha, o primeiro local a receber o valioso objeto. A iniciativa é organizada pela Ordem dos Carmelitas Descalços e assinala os 500 anos de nascimento de Santa Teresa de Jesus.

Foto de: Elisangela Cavalheiro

Caminho de Luz - Relíquia de Santa Teresa (foto Elisangela Cavalheiro)

O bastão, ou cajado, era utilizado por Santa Teresa, sobretudo, quando ela saía para fundar cada um dos 17 Carmelos. 

 

A peregrinação denominada “Caminho de Luz” saiu de Ávila, na Espanha na quarta-feira, 15, e deverá percorrer os cinco continentes, passando especialmente por Carmelos e paróquias administradas por Carmelitas. Encerrará também em Ávila no dia 28 de março de 2015, data de aniversário da santa. 

Para o padre carmelita frei Francisco Aurílio, a peregrinação é um motivo de grande alegria e satisfação por poder aproximar de tantos fiéis e devotos uma relíquia que foi tão presente na vida de Santa Teresa.

“Para nós é um motivo de muita alegria porque entramos em contato com algo que Santa Teresa tocou, que fez parte de sua vida e que a apoiou na grande caminhada que ela teve como fundadora do Carmelo, pelos lugares por onde ela passou. É também um motivo de alegria trazer Teresa aqui ao Brasil, a esta cidade consagrada a Nossa Senhora”, sublinhou.

Foto de: Elisangela Cavalheiro 

Caminho de Luz - Relíquia de Santa Teresa (foto Elisangela Cavalheiro)

Equipe que acompanhará a relíquia de Santa Teresa.
Ao lado do cinegrafista, a produtora Amaya. 

Segundo Amaya Álvarez Benfele, produtora da fundação espanhola organizada para o 5º centenário e que acompanhará a relíquia em todo o percurso mundial, a peregrinação cumpre uma missão importante na divulgação e na renovação do carisma de Santa Teresa no mundo. A produtora contou ainda como foram os dois primeiros dias da peregrinação.

“Está sendo uma experiência incrível e maravilhosa para as pessoas, pela alegria que nós levamos quando chegamos a um lugar com a relíquia. A felicidade das pessoas, o acolhimento e o amor que nós recebemos tem sido uma experiência que eu não consigo descrever em palavras o que nós estamos sentindo levando a relíquia para o mundo todo”, destacou. 

Madre Maria Elisabete da Trindade, priora do Carmelo Santa Teresinha, também sublinhou a importância da peregrinação para aumentar a divulgação da vida da fundadora e de seu carisma, como também ser um apelo vocacional:

Foto de: Elisangela Cavalheiro 

Caminho de Luz - Relíquia de Santa Teresa (foto Elisangela Cavalheiro)

Madre Maria Elisabete da Trindade, 33 anos. 

“Esperamos que essa peregrinação possa ajudar a tornar nossa Santa Madre Teresa mais conhecida e que através dessa vivência e conhecendo a experiência dela, possam ser atraídas mais jovens para seguir a Jesus da mesma maneira como ela seguiu”.

Sobre o vasto legado que Santa Teresa deixou para a Igreja, irmã Teresa de Jesus, que mora no Carmelo de Aparecida, destaca o espiritual. “O legado que a Santa Madre Teresa deixou foi principalmente espiritual, tudo aquilo que está em seus escritos, mesmo nas cartas e nos escritos menores, porque a maioria das pessoas sabe que a Santa Madre escreveu quatro grandes obras, frutos da experiência dela, da vida interior dela, da vida com Jesus. Então, o que ela deixou mesmo para a Igreja foi essa experiência e como que um caminho para que nós possamos também fazer a nossa experiência de Deus, tanto que ela é chamada de Mestre e Doutora da Vida Espiritual”.

A religiosa destacou ainda a herança espiritual que na atualidade é vivenciada por tantos religiosos, religiosas e leigos em todo o mundo. “Nós somos fruto daquilo que a Santa Madre experimentou, essa experiência não ficou apenas para os frades ou para as monjas, mas transbordou para a Igreja, e é muito bonito ver os leigos que procuram ter uma vida espiritual e seguem a Santa Madre como mestra”.

Foto de: Elisangela Cavalheiro 

Caminho de Luz - Relíquia de Santa Teresa (foto Elisangela Cavalheiro)

Leigas da ordem secular, Ana Lúcia e dona Edilene. 

No Carmelo Santa Teresinha, um grupo de leigos da Ordem Terceira Secular estava preparando a recepção da relíquia, entre eles, a jovem Ana Lúcia, que contou sua vivência neste carisma religioso. 

“Na ordem secular estamos nos preparando para essa celebração dos 500 anos e estamos estudando Santa Teresa e quando começamos a conhecê-la, vemos a intimidade que ela tinha com Nosso Senhor, e particularmente, me sinto muito motivada a buscar isso também, a buscar esse caminho de perfeição e intimidade com Deus que ela nos indica”. Ana Lúcia ingressará no Carmelo no final do ano para vivenciar o mesmo ideal de vida das irmãs carmelitas. 

A peregrinação “Caminho de Luz” segue nesta sexta-feira, 17, para o Carmelo Santa Face e Pio XII, em Tremembé (SP) e depois para inúmeros lugares em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Depois seguirá para o Paraguai e outros países da América do Sul. 

Saiba mais sobre a peregrinação e a celebração dos 500 anos no site 500 STJ.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Neida comentou:

Fiquei muito feliz por ver a peregrinação do Bastão de Sta. Tereza.Estudei na Escola Sta.Tereza de Jesus por 5 anos no Rio Grande do Sul.Como o nome faz Jus era uma Escola Maravilhosa.Gostaria de ver essa reliquia.

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.