Por Redação A12 Em Igreja

Saiamos, multipliquemos os Círculos Bíblicos de nossas comunidades! Batamos nas portas!

O mês de setembro é dedicado pela Igreja do Brasil à Bíblia. Este período visa oferecer uma ocasião especial para os leigos refletirem sobre a importância da Palavra de Deus. Neste ano o tema indicado pela Comissão Bíblico Catequética, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), está relacionado com o Evangelho de Mateus: "Discípulos Missionários a partir do Evangelho de Mateus" e tem por lema o mandato missionário “Ide, fazei discípulos e ensinai”, destacado pelo mesmo evangelista. 

Dom Nelson Francelino, bispo da Diocese de Valença no Rio de Janeiro, divulgou neste dia uma reflexão oportuna sobre o mês e o papel dos círculos bíblicos ou grupos de reflexão bíblica. Confira a mensagem dos bispo dirigida aos leigos que coordenam os círculos bíblicos em sua diocese. 

Círculos Bíblicos são espaços para reflexão sobre a fé e a Palavra de Deus

Gostaria de destacar dois pontos específicos dos relatos evangélicos acerca de nosso interesse em pôr nossas comunidades em estado permanente de missão, através de nossos Círculos Bíblicos:

A) O primeiro ponto é o envio: Na narrativa de Mateus, Jesus envia seus discípulos a trabalhar pelo reino: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o evangelho a toda criatura!.” (Mt 28, 19-20) . Este envio é o sinal de que é chegado o tempo daqueles que receberam a Palavra de Deus concretizarem o Evangelho, através de suas ações e obras.

B) O outro ponto está no relato extraído do livro dos Atos dos Apóstolos. Dois homens de branco interpelam aquele grupo que estava a olhar para o céu, como que os desinstalando de uma apatia motivada pela maravilha de ver um homem ascender aos céus por suas próprias forças. A pergunta que lhes é feita deve também nos questionar hoje: “Homens da Galiléia, por que ficais aqui, parados, a olhar para o céu?” (At 1, 11).

Quisera que todas as vezes em que o comodismo nos paralisar possamos ter alguém ou algo que nos pergunte: por que estais parado? Por que não vais adiante? Não vês que agora é chegada a tua hora de fazer algo pelo Reino de Deus, pelo próximo, por teu irmão? Ambos se completam: Jesus exorta os discípulos a irem anunciar, enquanto que a fala dos homens pode nos soar bastante próximas: o que fazem vocês ainda hoje, olhando para o céu?! Vão, e anunciem também!

Jesus nos diz que permanecerá conosco até os fins dos tempos. Ele não diz que ficará conosco até amanhã ou até um outro determinado dia ou ano, mas até o fim dos tempos (que para Deus é eterno). Ele não nos abandonará nunca, seja nesta vida ou já na vida gloriosa junto ao Pai.

 

"Sejamos agentes em movimento, de modo especial, junto à nossa vizinhança, num estado permanente de missão. Saiamos, multipliquemos os Círculos Bíblicos de nossas comunidades! Batamos nas portas! " 

É esta certeza que o cristão deve guardar em seu coração: Jesus está conosco hoje, amanhã e para sempre. Não importa a situação: Ele vibra com nossas conquistas e chora os nossos sofrimentos! É a Sua mão que nos estende em cada momento de nossas vidas; o Seu manto que nos cobre; a Sua misericórdia que nos acolhe sempre.

Portanto, a certeza de Sua presença junto a cada um de nós, em nossas iniciativas pastorais, dá força à missão pessoal para a qual Ele nos remete. Não fiquemos, pois, parados, a olhar para o céu: sejamos, sim, cristãos de forte testemunho, de olhar no futuro e naquilo que podemos transformar para fazer florescer, entre nós, a justiça e a paz. Sejamos agentes em movimento, de modo especial, junto à nossa vizinhança, num estado permanente de missão. Saiamos, multipliquemos os Círculos Bíblicos de nossas comunidades! Batamos nas portas! Façamos os convites aos vizinhos e manifestemos a alegria de tê-los conosco nessa tarefa de edificar, com Jesus, um ambiente mais humano, mais solidário entre nós.

Caríssimos, que esse imperativo de Jesus motive cada um a ser mais ágil nessa missão. Levemos nossos Círculos Bíblicos de casa em casa, de modo especial onde estiverem os doentes, os desencantados, os desempregados, etc. Não nos preocupemos, pois, Jesus e Maria vão à frente! Eles só esperam a sua motivação e o seu compromisso.

Os Círculos Bíblicos não podem ficar somente nas casas daqueles que gostamos. A nossa Diocese coloca, como prioridade pastoral nesse ano jubilar, a multiplicação dos Círculos Bíblicos, em atenção a esse mandato de Jesus, que quer abraçar a todos, através do empenho de cada um dos agentes, a toda a nossa vizinhança. Agindo assim, estaremos em plena união com nosso Senhor, com a Igreja do Brasil que recentemente nos presenteou com o Documento: ” Comunidades de comunidade – a nova paróquia”. Documento que fez despertar e movimentar a atenção do Leigo acerca de sua responsabilidade no empenho evangelizador da Igreja.

Que o Evangelho de São Mateus, proposto como texto de aprofundamento nesse mês de setembro, nos desperte corajosamente para a missão. Ousemos, no cumprimento desse mandado da parte do Senhor! Ele vai conosco! Movimentemos os nossos Círculos, a fim de que não somente receba conhecimento, mas para que esses sejam recebidos e serem doados aos mais distantes, que nem sequer vêm mais às missas dominicais.

Dom Nelson Francelino

Dom Nelson Francelino Ferreira
Bispo Diocesano

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.