Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 12 JAN 2018 - 08H36

Evangelho em Libras | 2º Domingo do Tempo Comum – Ano B


Reflexão: Pe. Luiz Camilo Jr - C.Ss.R
Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário
(Jo 1,35-42)

Naquele tempo, João estava de novo com dois de seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: “Eis o Cordeiro de Deus!” Ouvindo essas palavras, os dois discípulos seguiram Jesus. 
Voltando-se para eles e vendo que o estavam seguindo, Jesus perguntou: “O que estais procurando?” Eles disseram: “Rabi (que quer dizer: Mestre), onde moras?”
Jesus respondeu: “Vinde ver”. Foram pois ver onde ele morava e, nesse dia, permaneceram com ele. Era por volta das quatro da tarde. 
André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram as palavras de João e seguiram Jesus. Ele foi encontrar primeiro seu irmão Simão e lhe disse: “Encontramos o Messias” (que quer dizer: Cristo). 
Então André conduziu Simão a Jesus. Jesus olhou bem para ele e disse: “Tu és Simão, filho de João; tu serás chamado Cefas” (que quer dizer: Pedra).
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor. 

Reflexão 
Neste segundo domingo do tempo comum a liturgia traz o tema do chamado e do seguimento de Jesus. Para realizar sua missão, Jesus quer contar com a colaboração das pessoas, por isso ele chama discípulos para que caminhem com ele e, assim, se tornem depois continuadores de sua missão que é anunciar e construir o reino do Pai.
No Evangelho de hoje, vemos João Batista no seu segundo encontro com Jesus. Desta vez ele está acompanhado de dois de seus discípulos. Ao ver Jesus passando, João Batista diz aos discípulos que estavam com ele: “Eis o Cordeiro de Deus”. Ao dizer isso, os dois discípulos deixam de caminhar com João Batista para começar a seguir Jesus. Quando se aproximam de Jesus, são questionados sobre o que estavam procurando. E eles dizem: “Mestre, onde moras?”. Jesus responde fazendo a eles um desafio: “Vinde ver”. Pois para o seguimento é necessário disponibilidade e liberdade de coração para descobrir onde o Senhor está e, assim, querer permanecer com ele.
Um destes discípulos era André, irmão de Simão Pedro. Após fazer seu encontro com Jesus e ter sua vida transformada, ele vai até seu irmão Simão e diz ter encontrado o Cristo. Então André conduz Simão até Jesus, pois aquele que faz a experiência do encontro com Cristo também é capaz de atrair outros para permanecer com Ele, pois o testemunho que o discípulo dá desperta o desejo de outros se fazerem discípulos também. E Simão ao encontrar Jesus tem sua vida também transformada. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.