Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 19 ABR 2018 - 09H56

Evangelho em Libras | 3º Domingo da Páscoa – Ano B


Reflexão: Padre Marcelo Magalhães - C.Ss.R
Interprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha


Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

(Lc 24,35-48)

Naquele tempo, os dois discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “a Paz esteja convosco!” Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. Mas Jesus disse: “por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho”.

E, dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés.

Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “tendes aqui alguma coisa para comer?” Deram-lhe um pedaço de peixe assado. Ele o tomou e comeu diante deles.

Depois disse-lhes: “são estas as coisas que vos falei quando ainda estava convosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na lei de Moisés, nos profetas e nos salmos”.

Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as escrituras, e lhes disse: “assim está escrito: ‘o cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, e no seu nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém’. Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão:

O terceiro domingo da páscoa traz o tema do anúncio da ressurreição. Estamos num tempo em que a liturgia da igreja nos convida a perceber os sinais da vida nova para que possamos anunciar com alegria a presença do ressuscitado. No evangelho, Jesus aparece aos discípulos exatamente no momento em que alguns deles estavam partilhando como tinham se encontrado com ele no caminho de Emaús e como o tinham reconhecido ao partir do pão.

Jesus aparece e deseja-lhes a paz, pois percebe que eles estão ainda cheios de medo, e discípulos medrosos não conseguem abraçar a missão de anunciar o ressuscitado. Por isso, Jesus quer tirar o medo presente em seus corações para que eles se revistam de coragem, da força da vida nova e sejam suas testemunhas até os confins da terra. Jesus os tranquiliza pedindo algo para comer, como sempre fazia quando estava com eles.

Assim, Jesus se revela para seus discípulos de maneira simples, para que eles sejam capazes de reconhecer a vida nova. Pois a ressurreição não é assumir a vida de antes, mas sim, uma vida nova, onde o amor de deus venceu. Depois de dissipar o medo de seus corações, Jesus os leva a compreender toda sua missão, que tinha que passar pela cruz para chegar a vitória da vida. A nós Jesus também se revela, mostra suas mãos e seu lado, e pede que sejamos suas testemunhas. Mas para testemunhar a vida nova no Cristo, precisamos deixar a fé tirar de nosso oração qualquer medo que nos paralise, para nos revestirmos da esperança que nos faz caminhar.

.:: Acesse a Liturgia

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Karla kaline martins silva comentou:

Gostaria de receber e-mail.

Karla kaline martins silva comentou:

Gostaria de receber e-mail das novidades .

clarindo guivo comentou:

Irmaos no senhor,quantas vezes nao reconhecemos jesus, o ressucitado no nosso cotidiano. Muitas vezes deixamos o medo nos dominar e nao assumimos diante dos colega1

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.