Por Redação A12 Em Evangelhos Atualizada em 10 MAI 2018 - 09H18

Evangelho em Libras | Solenidade da Ascensão de Jesus – Ano B


Reflexão: Padre Marcelo Magalhães - C.Ss.R
Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário

(Mc 16,15-20)
Leia MaisEvangelho em Libras | 6º Domingo da Páscoa – Ano BEvangelho em Libras | 5º Domingo da Páscoa – Ano BEvangelho em Libras | 4º Domingo da Páscoa – Ano BNaquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, e disse-lhes: “ide pelo mundo inteiro e anunciai o evangelho a toda criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”. 
Depois de falar com os discípulos, o senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. 
Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam. 
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Reflexão 

Celebramos neste domingo a Ascensão do Senhor. Jesus volta para o Pai após ter realizado sua missão entre nós. A ascensão não é um distanciamento que Jesus faz de nós seus discípulos, mas a plena realização do projeto do Pai pelo qual ele entregou a própria vida. A ascensão revela o destino de todo àquele que se dispõe a percorrer o caminho com Jesus, pois ele é o caminho que nos leva para o Pai. Nesta caminhada pascal nós vimos Jesus aparecendo aos discípulos e mostrando a vida nova que vem pela ressurreição, para que ao fazerem o encontro com ele pudessem dar continuidade a sua missão, levando aos confins da terra o evangelho. Assim, a ascensão marca não apenas a ida definitiva de Jesus junto ao Pai, mas também a certeza dos discípulos na ressurreição de Cristo. Assim, não há mais porque ficar procurando provas da ressurreição, e os discípulos podem ir confiantes para a missão na certeza de que aquele que voltou para o Pai caminha com eles. Ao se despedir dos discípulos, no momento da ascensão, Jesus dá a eles uma ordem: “vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho para toda a humanidade”. Jesus volta para junto do Pai, mas nos confia essa responsabilidade de continuar anunciando o reino do Pai e de provocar nas pessoas atitudes que edifiquem o reino. E muitos sinais nos acompanharão nessa missão, como a força que ele nos dá para expulsar o mal e para superar tudo aquilo que impede das pessoas terem vida e vida plena. Por isso, a ascensão marca o final da missão de Jesus e revela o início da missão da igreja, pois ele confiou a nós, seus discípulos, a continuidade dos seus gestos de amor no mundo. 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.