Por Luana Correa Em Redentoristas

Conferências

As conferências da Congregação do Santíssimo Redentor

A Congregação do Santíssimo Redentor está organizada na Igreja através do seu Governo Geral, em Roma, e das diversas unidades denominadas Províncias, Vice-Províncias, Regiões e Missões.

O XXIV Capítulo Geral em 2009 propôs uma nova estruturação da Congregação por meio de cinco Conferências, responsáveis pela coordenação das unidades de uma determinada região geográfica.

A razão de existir dos Missionários Redentoristas na Igreja é a missão. Por isso, todas as propostas de renovação que procuramos assumir têm como objetivo principal o apostolado missionário. Ou seja, elas são expressões de busca constante por estruturas mais disponíveis para anunciar o Evangelho aos mais pobres e abandonados.

Nossa prioridade pastoral, a Evangelização, motiva-nos ao discernimento para avaliar e decidir pelos caminhos mais viáveis para realizar nossa missão.

É uma proposta exigente, que compromete a vida pessoal de cada Missionário Redentorista com os apelos para uma maior disponibilidade e co-responsabilidade com a missão. Esses apelos repercutem também na estruturação das unidades da Congregação, agora organizada em cinco conferências, para facilitar o mútuo discernimento e empenho missionário.

As conferências da Congregação do Santíssimo Redentor são:

  • Conferência dos Redentoristas da Asia-Oceania;
  • Conferência dos Redentoristas da África e Madagascar;
  • Conferência dos Redentoristas da Europa;
  • Conferência dos Redentoristas da América Latina e Caribe (subdividida em três sub-conferências: URB – União dos Redentoristas do Brasil, URNALC – União dos Redentoristas do Norte da América Latina e Caribe e URSAL – União dos Redentoristas do Sul da América Latina);
  • Conferência dos Redentoristas da América do Norte.

As decisões em vista da missão são tomadas de maneira colegiada por meio da Assembleia das Conferências, de que participam representantes de todas as unidades.

As Conferências deverão assumir a responsabilidade de discernir as urgências missionárias da sua região, de convocar membros de diversas unidades para a fundação de novas comunidades missionárias, além de acompanhar a formação inicial e contínua das novas gerações.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Luana Correa, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.