A12

A delinquência entre a juventude

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

violencia

Há uma pergunta que sempre fica rondando na mente de muitos cidadãos: Porque cresce tanto a delinqüência entre a juventude, especialmente entre os jovens oriundos da classe média-alta?

As estatísticas mostram que a violência existe em todas as classes sociais, em todas as camadas e faixas etárias da população, mas por causa da discriminação e da desigualdade social que marcam o nosso país ela atinge índices mais elevados nas camadas mais pobres da escala social.

Alguns acontecimentos mostram que a delinquência juvenil já não é mais característica exclusiva dos níveis considerados inferiores na sociedade, mas afeta cada vez mais os jovens das camadas mais favorecidas.

:: ‘Fraternidade e superação da violência’ será tema da CF 2018

Na maioria das vezes, como também acontece entre os jovens da classe pobre, a droga, o consumo excessivo de álcool, a desocupação e a falta de regras no comportamento social afetam estes jovens levando a este tipo de comportamento.

Volta e meia ocorrem diversos episódios de agressão a idosos, prostitutas e negros praticados por jovens de classe média. A maioria deles estava embalada pelo efeito da droga ou do álcool. Sem contar os casos de agressões em bailes ou as mortes praticadas no trânsito.

Psicólogos e psiquiatras são quase que unânimes em apontar os motivos que levam a nossa juventude a esta situação tão preocupante:

  •  Distância cada vez maior entre pais e filhos,
  • aproximação de pessoas que não são as mais indicadas para servirem de companhia,
  • freqüência a certos ambientes não recomendados,
  • falta de limites no comportamento e a facilidade em obter bens de consumo como celulares, carros, motos e consequentemente drogas com o dinheiro das ricas mesadas fornecidas pelos próprios pais.

E hoje as redes sociais usadas de forma indiscriminada aumentam o sentimento de distanciamento social e a possibilidade de uma ação sem controle e sem imputação de responsabilidades.

:: Medo: como superar

A grande maioria dos jovens que chegam às clínicas de recuperação são usuários ou contrabandistas de produtos ilícitos, mas não se consideram criminosos por não colocarem a mão em armas. Eles também só procuram tratamento pela pressão recebida de seus familiares e em geral é um tratamento bastante curto.

Outro fator causador desta delinqüência juvenil é a pressão do modismo social, imitadores que são do comportamento de artistas e pessoas de renome.

 

"Não se pode mais terceirizar a educação doa adolescentes e jovens da sociedade".

Em geral os jovens que se encontram nessa situação trazem embutidos em sua personalidade a arrogância porque acham que o dinheiro de sua família resolve todos os problemas. Muitas vezes tentam se livrar da situação vexatória só usando aquela célebre pergunta: Você sabe com quem está falando?

Todos os especialistas são unânimes em afirmar que só a recuperação da autêntica missão da família seja o caminho de solução para todos estes males.

Para que isso aconteça é necessário que as famílias não releguem às instituições sociais como as escolas aquilo que é inerente à sua missão. Não se pode mais terceirizar a educação doa adolescentes e jovens da sociedade, venham de onde vier ou sejam de classe social mais ou menos elevada.

:: A importância da família para a vida


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres