A12

A doze de outubro

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

A canção “A treze de maio”, muito conhecida na voz da cantora Joana, conta a história de Nossa Senhora de Fátima em lindos versos. Inspirados na música, os jovens Junior Andrade e João Pedro Martins criaram uma nova versão para Nossa Senhora Aparecida, aproveitando a melodia original.

 

Junior é vocacionado redentorista e contou que a ideia surgiu quando os jovens cantavam a música “A treze de Maio” na rua. “Eu me perguntei como ficaria essa música se nós fizéssemos uma versão que homenageasse Nossa Senhora Aparecida. E assim começamos a lembrar da história do encontro da Imagem de Aparecida e a letra foi surgindo”.

Os dois fazem parte do grupo de jovens, de oração, e também da pastoral litúrgica da Paróquia São Judas Tadeu, em Poços de Caldas (MG).

Confira então como ficaria a versão dedicada à Nossa Senhora Aparecida?

A Doze de Outubro

"A doze de outubro no Rio Paraíba,
apareceu nas águas a Virgem Maria.
Ave, ave, ave Maria
Ave, ave, ave Maria

Há três pescadores na rede reluz,
o corpo da imagem da mãe de Jesus.
Ave, ave, ave Maria, Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria
Ave, ave, ave Maria

Jogaram a rede com grande apreensão,
puxaram a cabeça, mas que perfeição.
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

Do fundo do rio a Virgem chegou,
e cheia de peixes a rede ficou.
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

Então sobre a imagem os três se indagaram,
em Aparecida de Deus vem o amparo.
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

Sob o manto da Virgem o Brasil deve estar,
por isso se deve o terço rezar.
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

A mãe padroeira milagres mostrou,
a fim de que cressem, sois mãe do Eu Sou. (cf. Ex 3, 14)
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

A Virgem morena é mãe amorosa,
que cuida dos filhos acolhe e consola.
Ave, ave, ave Maria,
Ave, ave, ave Maria

Composição

Junior Andrade e João Pedro Martins

 


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres