A12

CASCR - Caminhada em Defesa da Vida

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

CASCR - Caminhada em Defesa da Vida

CASCR - Caminhada em Defesa da Vida

18 de Maio é o dia Nacional de Combate ao abuso e exploração sexual contra Crianças e Adolescentes. Para nós, colaboradores do CAS Copiosa Redenção, e demais parceiros da região Noroeste de Campinas (CEDAP, Centro de Saúde Campina Grande, Conselho Tutelar, CRAS São Luiz, CREAS, EMEI Else Feijó Gomes, Escola Padre Antônio Móbili)  , todos os dias é dia de refletir sobre o assunto. Com isso realizamos no dia 26 de Maio uma caminhada pacífica saindo do bairro São Luiz Gonzaga (Casa Amarela), local onde realizamos atividades de extensão do Centro de Assistência Social Copiosa Redenção sede.

Seguimos para o bairro Campina Grande, onde realizamos juntamente com as crianças, pais e mães da Creche Else Feijó o plantio de algumas flores (gérberas) e refletimos sobre essa questão da exploração sexual.

Passamos no CEDAP (Centro de Educação e Assessoria Popular), que expressou através da dança, teatro, capoeira formas de protegermos nossas crianças. Na sequência fomos ao Centro de Saúde Campina Grande, ao qual também realizamos o plantio de várias flores.

Para finalizarmos a caminhada seguimos também para a Escola Padre Antônio Móbili, os adolescentes concluíram o evento com apresentação de danças, teatro e músicas.

Percebemos a grande importância deste momento, bem como, a reflexão sobre o tema nos espaços que participaram da caminhada. Por ser um assunto delicado, procuramos dialogar nos grupos e nas oficinas de forma a despertar e encorajar as famílias, os moradores da região a falarem sobre a questão e se possível realizarem denúncias, ao constatarem casos de violência e exploração sexual.

Nós enquanto educadores, acreditamos na força da união e do agir em conjunto, para assim proporcionarmos as nossas crianças e adolescentes, o que realmente é garantido com prioridade no Estatuto da Criança e do Adolescente a proteção o direito a saúde e a vida.

Arlete Ferreira da Silva

Coordenadora


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres