A12

Padre redentorista da Província do Rio de Janeiro é nomeado bispo auxiliar de Belo Horizonte

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

padre vicente foto: redentoristas RiO monsenhor Vicente de Paula Ferreira, C.Ss.R, foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte (MG) pelo Papa Francisco nesta quarta-feira (8).

O Missionário Redentorista da província de do Rio de Janeiro (RJ) nasceu em Alegre (ES), em 21 de outubro de 1970. É graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Doutor em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora, com estágio pós-doutoral em Teologia, na FAJE, é formador dos estudantes Redentoristas de Teologia, em Belo Horizonte e autor de várias obras.

Monsenhor Vicente ez sua profissão religiosa na Congregação Redentorista em 1992. Foi ordenado presbítero em 1996. Com 25 anos de vida religiosa, monsenhor Vicente tem 46 anos de idade. Na Congregação Redentorista, dedicou-se à Província do Rio, Minas e Espírito Santo. Foi promotor vocacional, formador, vigário paroquial, participou de importantes trabalhos missionários e, por quase uma década, foi Provincial da Congregação.

:: Dom Darci: A experiência de ser bispo redentorista
:: Bispo redentorista é nomeado cardeal pelo Papa Francisco

Em sua mensagem à Arquidiocese de Belo Horizonte disse que essa grande responsabilidade é também uma grande alegria.

“Quero ajudar, com alegria, no pastoreio da Arquidiocese de Belo Horizonte, parcela da Igreja de Jesus Cristo tão significativa. Admiro muito o dinamismo pastoral e vitalidade de tanta gente envolvida com a construção do Reino de Deus, nesse grande e belo horizonte. Se, por um lado, pesa saber das responsabilidades que terei pela frente; por outro, estou feliz porque tenho certeza de que serei acolhido por um povo fortemente hospitaleiro”

O novo bispo escreveu também uma mensagem à Província Redentorista e falou que da história redentorista leva uma bagagem de conhecimento e espiritualidade.

“Levo comigo a lembrança carregada por tantas histórias que vivi com vocês. Sentimentos que chegam às lágrimas. Cada canto desse chão provincial, e de várias partes da Congregação pelo mundo, por onde passei, moldou o ser humano, o cristão em processo contínuo de conversão, o pesquisador inquieto da cultura contemporânea, e, acima de tudo, uma pessoa cheia de limites que foi amparada pela comunidade de fé, sobretudo em seus momentos mais difíceis. Juntamente com minha família sanguínea, vocês redentoristas me possibilitaram construir o que tenho de mais precioso em minha vida”.

Fonte: Arquidiocese de Belo Horizonte


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres