Por Redentoristas Em Notícias Atualizada em 14 NOV 2017 - 12H55

Redentoristas celebram padroeira do Paraná, Nossa Senhora do Rocio

Giolete Babinski
Giolete Babinski

A festa de 2017 comemora os 40 anos da declaração de Nossa Senhora do Rocio como “Padroeira do Paraná”. O Paraná é o único estado brasileiro a ter uma santa padroeira (Maria, com o título de Nossa Senhora do Rocio) registrada de forma oficial no Vaticano, em 1977, com o Papa Paulo VI.

Leia MaisRestaurado, o Santuário do Rocio terá mais atrações na festa de 2017

Programação

A Festa de Nossa Senhora do Rocio, em Paranaguá (PR), começou no dia 4 de novembro, com  missa no Santuário de abertura em foi apresentado o novo manto para a imagem da santa. Neste ano, o tema da Festa é: “Com a Mãe do Rocio sigamos Jesus Cristo, aprofundando a fé”.

Este ano, a festa será um pouco mais longa e se encerrará no dia 19 de novembro. Ao longo dos 16 dias de festividades, a programação será extensa. Na Praça da Fé se concentrará a maior parte das atividades sociais, espaços para a venda de artesanato, roupas, utensílios e alimentos; além do parque de diversões.

Pela primeira vez, a prefeitura realizou o Festival de Música Livre, Femul, durante os dias da Festa, no palco da Praça da Fé.

“É uma boa ideia projetar nacionalmente os talentos locais, porque a cada ano aumentam os peregrinos e turistas vindos de diversos lugares do Brasil para o maior evento religioso do Sul do País”, comenta o Ir. Jorge Tarachuque, Missionário Redentorista que também está a serviço do Santuário.

Irmão Jorge lembra ainda sobre o mais importante da celebração, que é a parte religiosa da festa. “É impressionante a participação dos paranaguaras na missa das seis da manhã. A disposição de vir para a oração antes do trabalho, nos dias da festa, é um costume na cidade, passado de geração em geração”, conta o Missionário Redentorista, que é natural de Paranaguá.

Além disso, na programação da Festa haverá a tradicional Procissão Solene, que completa 204 anos de realização e acontece no dia 15, às 16h, os organizadores esperam mais de 150 mil pessoas. Considerada o ponto alto da Festa, ela e é registrada como Patrimônio Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan).

“É um evento de muita beleza, com os fiéis cantando, rezando e agradecendo graças alcançadas”, diz o Pe. Joaquim Parron. “Uma caminhada do povo de Deus, cheia de fé a alegria, como fala o Papa Francisco - a alegria do Evangelho no coração e na vida daqueles que se encontram com Jesus - aqui na Festa, somos alegremente conduzidos a Ele, através da Mãe, Nossa Senhora do Rosário do Rocio”, conclui o religioso.

Fotos e texto Giolete Babinski
Equipe de Comunicação
Santuário de N. Sra do Rocio

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redentoristas, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.