Por Padre Lucas Emanuel, C.Ss.R Em Redentoristas

Evangelizar os pobres e deixar-se evangelizar por eles

Este texto tem o intuito de apresentar uma síntese pastoral para a Missão Redentorista, em torno do lema de sua fundação inspirado em Lc 4, 18-19: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a remissão aos presos e aos cegos a recuperação da vista, para restituir a liberdade aos oprimidos e para proclamar um ano de graça do Senhor.

Crianças com fome, evangelizar os pobres_foto: shutterstock

A Missão de Jesus sintetizada nesse trecho programático de Lc 4, 18-19 inspira a Congregação Redentorista desde o seu fundador. Nesse sentido, olhamos para Missão Redentorista à luz da Missão de Jesus refletida na opção pelos mais pobres e abandonados. Ao olharmos para a vida de Jesus e de Santo Afonso entendemos a profundidade do tema: “Evangelizar os pobres e deixar-se evangelizar por eles”.

Esse tema ganhou destaque a partir do Capítulo Geral da Congregação Redentorista, realizado no ano de 1985, quando os Redentoristas do mundo assumiram que é necessário não só evangelizar os pobres, como também deixar-se evangelizar por eles. Esse deixar-se evangelizar está no centro de nossa reflexão, percebendo sua importância vital para os Redentoristas dentro das perspectivas missionárias.

E, mais perto de nós, o XXV Capítulo Geral realizado na Tailândia em novembro do ano passado vai chamar a atenção dos redentoristas para os muitos feridos de nossos tempos que estão caídos à beira dos caminhos precisando de nossa ajuda e solidariedade.

 

"Nossa realidade contemporânea apresenta uma crise existencial no que diz respeito aos valores. Desse modo, não bastam os meios científicos e tecnológicos, já que essa crise nos toca, muito mais, pelo lado da cultura e, também, da religião..."

Nossa realidade contemporânea apresenta uma crise existencial no que diz respeito aos valores. Desse modo, não bastam os meios científicos e tecnológicos, já que essa crise nos toca, muito mais, pelo lado da cultura e, também, da religião se olharmos para a perspectiva de busca de sentido da vida, o que de uma maneira ou de outra nos coloca na dimensão do transcendente. Isso diz respeito à missão.

Em meio a essa crise de sentidos abre-se a nós um horizonte de dificuldades e possibilidades, por isso, o problema está em descobrirmos pistas, alternativas e métodos que nos ajudem a ser missionários colaboradores da evangelização dos povos. Para tanto, queremos ter em vista as iniciativas e coragem de Jesus, o Missionário por excelência e a audácia e perseverança de Afonso de Ligório, o Missionário Redentorista.

Tomando como ponto de partida o lema fundante da Congregação do Santíssimo Redentor, cuja inspiração vem do profeta Isaías, vemos que Jesus o toma como um programa missionário para si. Depois Afonso se vale desses princípios para alimentar seu corpo missionário, ou seja, para dar vida, dinamismo e sentido ao seu grupo missionário chamado popularmente de Missionários Redentoristas.

:: Um redentorista brasileiro na Filadélfia

É o Espírito que nos envia em Missão. Como em Jesus, ele age a partir de nossa disposição em nos doarmos ao serviço dos pobres. Pobres, aqui não entendemos somente aqueles que não possuem bens materiais, abrangendo esse horizonte observamos muitos outros tipos de pobreza que também buscam libertação.

Por isso, o programa missionário de Jesus mexeu profundamente na estrutura da sociedade de seu tempo, e hoje esse programa reformador lança-nos um desafio que ainda está a se cumprir em nossos dias. Quando lemos os Evangelhos percebemos que o programa reformador não obteve muito sucesso, uma vez que Jesus pagou caro por tudo que fez, pagou com sua própria vida.

Nesse sentido, o programa missionário de Jesus fica para a Igreja como um desafio a ser cumprido, pois nosso “povo morre de excesso de simpatia teológica e ausência de apoio político”.

É grande, portanto, o desafio de continuar a missão de Jesus, o Redentor dos pobres.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Padre Lucas Emanuel, C.Ss.R, em Redentoristas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.