A12

Academia Marial prepara livro com as palestras do X Congresso Mariológico

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

X Congresso Mariológico - JS

"O primeiro elogio público a Maria foi feito por uma mulher da qual nada sabemos, nem mesmo o nome. Escreveu Lucas: “Enquanto Jesus assim falava, uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse: 'Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram!'"(Lc 11,27). Aquela mulher devia estar profundamente emocionada por conhecer Jesus. Somente uma mulher, ao aclamá-lo, pensaria em sua mãe e manifestaria admiração pelo ventre que o havia gerado e pelos seios que o haviam amamentado. Sem saber, a desconhecida deu origem ao que a Igreja chamaria, um dia, de Piedade Popular ou Religiosidade Popular Mariana - uma religiosidade que atravessaria os séculos. (Trecho da Apresentação de Dom Murilo Krieger)"

 

Desse Congresso nasceu este livro – um verdadeiro trabalho em mutirão

Em 2016 a Academia Marial de Aparecida realizou o X Congresso Mariológico juntamente com a CNBB e Faculdade Dehoniana, em Aparecida (SP), refletindo sobre o tema "Maria na Liturgia e na Piedade Popular". Um resumo do conteúdo das palestras do  Congresso será lançado em um livro que, nas palavras de Dom Murilo Krieger, SCJ, é um verdadeiro trabalho em mutirão:

“Desse Congresso nasceu este livro – um verdadeiro trabalho em mutirão, pois contém as palestras que nele foram proferidas. Tenho certeza de que, tendo uma visão histórica dessa religiosidade, conhecendo melhor a relação entre a Liturgia e a Piedade Popular mariana, aprofundando-nos nas principais expressões dessa religiosidade e analisando os desafios que ela enfrenta, teremos melhores condições de nos voltar para Jesus Cristo e de proclamar, com alegria idêntica à da mulher anônima: "Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram!" (Lc 11,27).” (Dom Murilo Krieger, SCJ)

No livro, o leitor encontrará textos como "Maria no contexto da evangelização da Igreja à luz do Concílio Vaticano II", Lina Boff; "Maria ao longo do Ano Litúrgico", de Penha Carpanedo; "Maria nos Textos Eucológicos", de Frei Alberto Beckhäuser; "Aparecida: lançar as redes na história, na liturgia e na piedade popular", de Afonso Murad.

Organizado pelo Pe. Valdivino Guimarães, CSsR, será lançado pela Editora Paulus durante a Noite Cultural do próximo XI Congresso Mariológico, no dia 10 de agosto de 2017. Vem com o objetivo de auxiliar as pessoas que trabalham com a Liturgia para as celebrações da Virgem Maria, trazendo ainda um visão histórica dessa religiosidade.

Rodape peixes

“Desse Congresso nasceu este livro – um verdadeiro trabalho em mutirão, pois contém as palestras que nele foram proferidas. Tenho certeza de que, tendo uma visão histórica dessa religiosidade, conhecendo melhor a relação entre a Liturgia e a Piedade Popular mariana, aprofundando-nos nas principais expressões dessa religiosidade e analisando os desafios que ela enfrenta, teremos melhores condições de nos voltar para Jesus Cristo e de proclamar, com alegria idêntica à da mulher anônima: "Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram!" (Lc 11,27).” (Dom Murilo Krieger, SCJ)

Desse Congresso nasceu este livro – um verdadeiro trabalho em mutirão
Desse Congresso nasceu este livro – um verdadeiro trabalho em mutirão
além dos seminários que aconteceram durante o evento,

Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres