Por Campanha dos Devotos Em Notícias Atualizada em 04 OUT 2018 - 16H49

Dom Aloísio Lorscheider: o fundador da Campanha dos Devotos

Conheça o legado de Dom Aloísio Lorscheider na Casa da Mãe

CDM Santuário de Aparecida
CDM Santuário de Aparecida
3º Arcebispo de Aparecida, Dom Aloísio Lorscheider terá os seus restos mortais transladados para o Santuário.

A Igreja reserva aos Pastores, Bispos e Arcebispos o direito de serem sepultados na Igreja Catedral onde exercem ou exerceram o serviço ministerial, como é o caso de Dom Aloísio Lorscheider, OFM. Atendendo às regras estabelecidas pela Igreja Católica, a urna com os restos mortais do religioso sairá de Daltro Filho, Distrito de Imigrantes (RS), com destino ao Santuário Nacional de Aparecida.

O tríduo será iniciado no dia 04 de outubro na cidade gaúcha e continuará, nos dias 05 e 06, em Aparecida. No dia 08, os restos mortais serão sepultados na Capela da Ressurreição, o mausoléu dos Arcebispos de Aparecida e também no Memorial Virtual dos Devotos falecidos que aguardam a ressurreição final, conforme a promessa do Cristo Senhor: “Quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá” (Jo 21,25-26).

“O ‘santo’ Cardeal D. Aloísio foi Arcebispo de Aparecida entre os anos 1995 e 2004, destacando-se por seu zelo pastoral e pela reorganização administrativa da Arquidiocese e do Santuário de Aparecida. Homem de grande sabedoria, teólogo e profeta do nosso tempo, que a todos cativava pela palavra de autoridade e pelo testemunho de simplicidade.

No dia 08 de outubro, transladado para Aparecida, será “plantado” na Casa da Mãe Aparecida para perpétua memória e para que o esplendoroso testemunho – sua vida e virtudes – continuem evangelizando, para a Glória de Deus e o bem da Igreja”, afirmou Dom Darci José Nicioli, Arcebispo de Diamantina (MG), que fará a pregação durante a Missa de envio de Dom Aloísio para a Capela da Ressurreição.

Família Campanha dos Devotos

Dom Darci era amigo de Dom Aloísio e juntos deram origem à Família Campanha dos Devotos, em julho de 1999. Na época, Dom Aloísio era Arcebispo de Aparecida e Dom Darci administrador do Santuário Nacional. Dom Aloísio passou o pastoreio da Arquidiocese de Aparecida para Dom Raymundo Damasceno, em março de 2004. Dom Raymundo foi Arcebispo de Aparecida até janeiro de 2017, quando Dom Orlando Brandes assumiu os trabalhos pastorais. Dom Raymundo abrirá o tríduo em ação de graças no dia 05 de outubro.

Segundo o Reitor do Santuário, Pe. João Batista de Almeida, as decisões de Dom Aloísio fizeram surgir um novo tempo na terra da Padroeira do Brasil. Apenas a título de exemplo, foi Dom Aloísio quem recolocou os Missionários Redentoristas na Administração dos bens do Santuário Nacional. “Ele acompanhou a construção do Centro de Apoio ao Romeiro, aprovou e ajudou na criação da Família Campanha dos Devotos, da Revista de Aparecida, consentiu a publicação do “Deus Conosco dia a dia” e da “Bíblia de Aparecida” e colaborou muito para o nascimento da TV Aparecida”, afirmou o Reitor. 

Tríduo Dom Aloísio Lorscheider

Daltro Filho, Imigrantes (RS)

  • 04/10 - Frei Inácio Dellazari - Provincial dos Frades Franciscanos do Rio Grande do Sul (RS) - Transmissão pela TV Aparecida.

Aparecida (SP)

  • 05/10 - Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis - Arcebispo Emérito de Aparecida (SP)
  • 06/10 - Cardeal Dom Cláudio Hummes, OFM - Arcebispo Emérito de São Paulo (SP)


Trasladação dos restos mortais para Capela da ressurreição

  • 08/10 - 8h30 às 10h - Dom Orlando Brandes - Arcebispo de Aparecida (SP) e Dom Darci Nicioli - Arcebispo de Diamantina (MG)


Dom Aloísio Lorscheider

Nascimento: 8 de outubro de 1924, em Estrela (RS)

Falecimento: 23 de dezembro de 2007, em Porto Alegre (RS)

Nomeado sacerdote em 1948, na Ordem dos Frades Menores (OFM), e sagrado Bispo em 1962. Participou de todas as sessões do Concílio Vaticano II, de 1962 a 1965, atuando como membro das Comissões Conciliares. Nomeado Arcebispo de Fortaleza, em 4 de abril de 1973, pelo Papa Paulo VI. Cardeal em 24 de abril de 1976, participou de 2 conclaves.

Em 1978, foi o primeiro brasileiro a receber votos em um Conclave, segundo as palavras do próprio pontífice eleito. Comandou a Arquidiocese de Aparecida de 18 de agosto de 1995 até 28 de janeiro de 2004, quando entregou o cargo para Dom Raymundo Damasceno Assis, em 25 de março do mesmo ano. Em seguida, retirou-se para o Convento dos Franciscanos, em Porto Alegre, onde passou os últimos anos de sua vida.


3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.