Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 26 OUT 2018 - 07H38

10 obras sacras para conferir no Santuário

1 – Painéis artísticos 

Thiago Leon
Thiago Leon

Percorrendo a Basílica da Mãe Aparecida, o devoto é catequizado pelos painéis que relatam importantes momentos para a fé católica, traduzidos pelos traços do artista sacro Cláudio Pastro. Os painéis podem ser apreciados nas quatro naves da Basílica:

Nave Sul: onde está o trono de Nossa Senhora Aparecida, há 10 painéis de azulejos em tons de azul real, com a anunciação do Arcanjo Gabriel à Virgem Maria e a visita de Maria à sua prima Isabel;

Nave Norte: oito painéis em azul cobalto, sobre a vida pública de Jesus;

Nave Leste: oito painéis em tons turquesa e verde, sobre a ressurreição de Jesus;

Nave Oeste: oito painéis em tom lilás, com o novo mandamento, a Eucaristia, e a paixão e morte de Jesus.

2 - Nicho de Nossa Senhora Aparecida

Thiago Leon
Thiago Leon

Um dos primeiros lugares a ser visitado no Santuário e que recebe, durante todo ano, um grande número de romeiros é o nicho que guarda a Imagem original de Nossa Senhora Aparecida. O espaço foi pensado artisticamente para envolver o devoto na história do encontro da Imagem e contribuir para o momento de contemplação e oração à Virgem de Aparecida.

3 - Campanário

Thiago Leon
Thiago Leon

O Campanário do Santuário de Aparecida é uma das obras realizadas em comemoração ao Jubileu dos 300 anos, celebrado em 2017. O atrativo da Casa da Mãe foi inaugurado no dia 8 de dezembro de 2015.

:: Contemple os sons do Campanário

13 sinos compõem o Campanário. As artes também são do artista Cláudio Pastro e trazem, em cada peça, um significado.  12 sinos representam cada um dos apóstolos e o 13º, maior que os demais, é dedicado à Virgem de Aparecida e a São José, e homenageia a Família Campanha dos Devotos.

4 – Baldaquino

Thiago Leon
 Thiago Leon

As quatro colunas que sustentam a Cúpula estão no em torno do Altar Central. A obra apresenta a rica biodiversidade brasileira, enfatizando as diversas espécies de plantas e animais característicos dos biomas brasileiros. O Baldaquino foi inaugurado em março de 2017, durante a abertura da Campanha da Fraternidade, que abordou o tema ‘Biomas Brasileiros e defesa da vida’ e lema ‘Cultivar e guardar a criação’.

5 – Cúpula


A Árvore da Vida, situada na Cúpula sobre o Altar Central traz em sua arte a representação do centro da fé dos cristãos, que é Jesus. Por isso, tem como extensão a cruz vazada, com 8 metros de altura, simbolizando o caule ou grande tronco dessa árvore.

A Cúpula foi inaugurada no dia 11 de outubro de 2017, dia da coroação de Nossa Senhora Aparecida, nas comemorações dos 300 anos do encontro da Imagem.

6 – Monumento dos 300 anos

Thiago Leon
Thiago Leon

Visitando os jardins do Santuário, os devotos irão se deparar com um monumento em bronze, recordando o encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida. A obra foi inaugurada em outubro de 2016, para celebrar o tricentenário. Uma peça igual a essa foi inaugurada nos jardins do Vaticano, em agosto de 2016.

7- Vitrais

Thiago Leon
Thiago Leon

As artes de Claudio Pastro também podem ser conferidas nos vitrais da Basílica, feitos para valorizar o ambiente com seu efeito decorativo, artístico e espiritual. Os vitrais têm a função de filtrar a luz, refletindo tons variados no espaço e nos peregrinos.  A luz é a imagem do Ressuscitado, dando a conotação da Transfiguração.

8 – O Cruzeiro

Thiago Leon
Thiago Leon

A cruz do Morro do Cruzeiro pode ser avistada do Santuário de Aparecida e, para chegar nesse espaço, os devotos pode ir a pé ou aproveitar a comodidade dos bondinhos aéreos, que partem do estacionamento do Santuário. Essa grande cruz chama a atenção, pois está localizada em cima do mirante, em uma torre com 30m de altura. A obra é moldada em aço, pesa 25 toneladas e possui 23 m de altura.

9 – Pisos do Santuário

Thiago Leon
Thiago Leon

Outro importante destaque na Basílica da Mãe Aparecida é o piso interno e externo do Santuário. Os devotos podem se atentar para os detalhes que representam o movimento das águas, que rementem ao batismo e também ao encontro da Imagem, os peixes e outros detalhes que complementam a catequese de toda a arte sacra do Santuário, que apresentam o mistério de Cristo.  A partir do Altar Central, linhas em zigue-zague representam o movimento das águas: o símbolo remete ao profeta Ezequiel, que falava da água que corre do altar para fecundar toda a terra (Ez 47, 1-12).

10 – Porta Santa

Thiago Leon
Thiago Leon

Outro espaço que atrai muitos devotos no Santuário é a Porta Santa, localizada na Nave Norte, acesso externo pelo monumento de Nossa Senhora da Assunção. A abertura solene aconteceu no dia 13 de dezembro de 2015, marcando o início do Ano Santo Extraordinário do Jubileu da Misericórdia. A obra também é do artista Cláudio Pastro e traz as representações da anunciação do anjo Gabriel à Virgem Maria, a figura do Bom Pastor com as ovelhas e a figura do Pai Misericordioso, remetendo à parábola do Filho Pródigo.

Fonte: Livro Santuário de Aparecida

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.