Por Matheus Marcon Em Notícias Atualizada em 09 FEV 2018 - 14H26

Novo Coral do Santuário oferece Musicoterapia à Terceira Idade

O Santuário Nacional de Aparecida passa a contar, a partir deste mês de fevereiro, com um novo Coral. Com foco diferente do grupo que já canta nas solenidades da Basílica, este buscará oferecer, por meio dos ensaios e exercícios musicais, uma experiência de lazer e desinibição aos participantes.

Thiago Leon
Thiago Leon

Embora denominado como Coral da Melhor Idade, o grupo não será restrito apenas àqueles que possuem mais de 60 anos, apesar de se esperar que esta seja a faixa etária predominante. Os ensaios são semanais e haverá pelo menos uma participação por mês em Missa no Santuário.

O Maestro Aquillis Skupien explica que a proposta é criar um ambiente com mais liberdade na expressão musical. “O Coral não buscará perfeição na polifonia dos participantes, os exercícios serão mais simples para cumprirem uma função muito mais lúdica e social de inclusão nas atividades da igreja”.

Os interessados em participar do projeto, devem se inscrever gratuitamente na Secretaria de Pastoral do Santuário Nacional, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. É necessária a apresentação de CPF e RG e preenchimento de um termo de voluntariado. Os ensaios acontecem às segundas-feiras, das 17h às 18h30.

Voluntários - O Santuário Nacional conta com uma rede de voluntários formada por aproximadamente mil pessoas, que diariamente se dedicam aos trabalhos de serviço ao próximo sem qualquer intenção de retorno financeiro.

Grande parte destes voluntários atua diretamente nas atividades pastorais, ou seja, naquelas que impactam diretamente na experiência dos devotos que visitam a Basílica de Nossa Senhora Aparecida. O Coral da Melhor Idade será um deles, já que participará das missas.

Ano do Laicato - A iniciativa vai ao encontro da proposta da Igreja para o Brasil no ano de 2018, quando é vivido o Ano do Laicato, ou seja, com a predominância de leigos nas atividades da Igreja.

O Ano do Laicato tem como objetivo geral: “Como Igreja, Povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; e testemunhar Jesus Cristo e seu Reino na sociedade”, destaca o texto da proposta.

A CNBB definiu 'Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino' como o tema para este ano. A passagem bíblica, que deve inspirar os leigos a assumirem mais responsabilidade nas atividades é a de ser 'Sal da Terra e Luz do Mundo' (Mt 5,13-14).


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Matheus Marcon, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.