Por TV Aparecida Em Bem-vindo Romeiro Atualizada em 14 NOV 2017 - 08H46

Cinco exemplos de santidade que estão à caminho da canonização

A Igreja canoniza homens e mulheres que viveram uma vida de santidade e praticaram as virtudes cristãs em grau heroico. Ao longo de dois mil anos a Igreja já canonizou mais de 20 mil pessoas. O primeiro santo canonizado foi Santo Ulrico, Bispo de Augsburgo (Baviera), falecido em 973.

Segundo o professor Felipe Aquino, a Igreja no Brasil possui 36 santos canonizados oficialmente e mais de 50 beatos, e ainda uma lista enorme de servos de Deus que já tem causas abertas em dioceses brasileiras. 

O programa Bem-vindo Romeiro trouxe cinco exemplos de pessoas que viveram de forma extraordinária a sua fé e estão a caminho da canonização, e mostra como a devoção a esses homens e mulheres motiva a fé daqueles que conhecem suas vidas e suas obras.

O primeiro que destacamos é um Missionário Redentorista, chamado padre Vítor Coelho de Almeida, também conhecido como o 'Apóstolo de Aparecida' por seu empenho evangelizador nas Missões Populares, na Rádio Aparecida e no Santuário da Padroeira do Brasil. Padre Vítor ganhou fama entre os romeiros e devotos como intercessor diante de Deus e teve uma causa de beatificação aberta pela Arquidiocese de Aparecida, em 1997. Ele nasceu no dia 22 de setembro de 1899 e faleceu santamente e em plena atividade apostólica, em Aparecida no dia 21 de julho de 1987, com 87 anos de vida. Conheça mais sua história: 

O segundo exemplo é do Monsenhor Ângelo Angioni, um sacerdote italiano que viveu no Brasil na cidade de José Bonifácio (SP) por quase sessenta anos. Sacerdote humilde e grande devoto de Nossa Senhora fundou o Instituto Missionário Coração Imaculado de Maria, além de escolas paroquiais, gráficas, oficinas e marcenarias que, durante muitos anos, profissionalizou incontáveis jovens. Seu coração foi encontrado intacto depois de sete anos de sua morte. Conheça essa história no vídeo abaixo. 

O jovem Guido Schäffer, é o nosso terceiro exemplo. Também conhecido com o "Anjo Surfista" era médico, seminarista e tinha um profundo amor pelos doentes e mais necessitados. Faleceu no dia 1º de maio de 2009, com trinta e quatro anos de idade, vítima de uma contusão na nuca que gerou desmaio e afogamento, enquanto surfava, na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Monsenhor Alderigi foi pároco de Santa Rita de Caldas (MG) por 50 anos. Já em vida, o padre tinha fama de grande santidade, o que depois de sua morte, em 3 de outubro de 1977 se difundiu ainda mais, não apenas no sul de Minas, mas por todo o Brasil. Conta-se que o padre tinha especial carinho pelos pobres que chegava a ficar sem refeição para atendê-los. 

Maria Giselda Villela nasceu no dia 08 de julho de 1909 na cidade mineira de Maria da Fé, em uma família muito fervorosa. Entrou no Carmelo no dia 29 de janeiro de 1930 e no ano seguinte recebeu o Hábito de Nossa Senhora do Carmo, e a partir desse dia passou a usar o nome de Irmã Maria Imaculada da Santíssima Trindade. Depois de uma vida longa e dedicada a Deus, morreu com 79 anos. Conheça sua bela e emocionante história de vida. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por TV Aparecida, em Bem-vindo Romeiro

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.