Por Academia Marial Em Títulos de Nossa Senhora Atualizada em 22 AGO 2019 - 09H59

Nossa Senhora, Rainha



"O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus. Disse, então, Maria: Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!" (Lc 1,37-38). 

Ainda Lucas, nos Atos dos Apóstolos, coloca Maria no meio dos apóstolos, recolhida com eles em oração. Ela constitui o vínculo que mantém unidos ao Ressuscitado aqueles homens ainda não robustecidos pelos dons do Espírito Santo, pois a sua extraordinária humildade e fé total na palavra do anjo, que fez descer sobre a Terra um Deus ainda mais humilde do que ela. E, através de suas virginais virtudes e pureza de coração, Maria ficou ainda mais próxima de seu Filho.

Maria é Rainha, porque é a Mãe de Jesus Cristo, o Rei. Ela é Rainha porque supera todas as criaturas em santidade. “Ela encerra em si toda a bondade das criaturas”, diz Dante Alighieri, na Divina Comédia.

Tudo que se refere ao Messias traz a marca da divindade. Assim, todos os cristãos vêem em Maria a superabundante generosidade do amor divino, que a acumulou de todos os bens. A Igreja convida o povo a invocá-la não só com o nome de Mãe, mas também com aquele de Rainha, porque ela foi coroada com o duplo diadema, de virgindade e de maternidade divina.

A Virgem Maria Rainha resplandece em todos os tempos, no horizonte da Igreja e do mundo, como sinal de consolação e de esperança segura para todos os cristãos, já cobertos pela dignidade real do Senhor através do Batismo.

O Papa Pio XII instituiu em 1955 a festa da Virgem Maria Rainha, como consequência daquela de Cristo Rei. Inicialmente era celebrada no dia 31 de maio, mês de Maria, encerrando as comemorações com o coroamento desta singular devoção.

O dia 22 de agosto era reservado à homenagem ao Coração Imaculado de Maria. Mas a Igreja, desejando aproximar a festa da realeza de Maria à da sua gloriosa assunção ao céu, inverteu estas datas a partir da última reforma do seu calendário litúrgico, em 1969.


Oração à Nossa Senhora Rainha

Ó minha Senhora e minha Mãe,
Rainha 
e Serva fiel do Senhor!

A ti venho confiadamente
entregar todo o meu ser
para que da fonte inesgotável

do Amor me ensines a beber!

Salve Rainha, 
Mãe de Misericórdia!
Se te invocamos como Rainha
é porque 
antes foste Serva,
em quem se realizou 
a vontade do Senhor!

Bendita és Tu entre as mulheres,
cujo 
Bendito Fruto te elevou
às mais altas alturas do humano louvor.

Santa Maria, Mãe de Deus!

Caminha conosco na terra,
intercede e 
protege os filhos teus
E faz-nos chegar um dia,
por Jesus, contigo aos céus!

Amém!


2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Academia Marial, em Títulos de Nossa Senhora

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.