Notícias

Memória dos Fiéis Defuntos!

“E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas” (Ap 21,1)

Escrito por Família dos Devotos

03 NOV 2022 - 09H50

Thiago Leon

Ao recordar a memória dos Fiéis Defuntos, a Igreja convida os cristãos a elevarem a Deus preces por aqueles que adormeceram na esperança da Ressurreição em Cristo (Jo 11,25-26). “A morte não tem nenhum poder sobre a vida para aqueles que creem em Deus” (Jo 6,40).

A vida não termina onde aparece a morte, São Paulo nos encoraja para não nos entristecermos diante da morte, mas ter esperança (1Ts, 4,13-14). Pois o Senhor nos dará como prêmio a vida eterna (2Tm 4,7-8).

O prefácio da liturgia dos fiéis defuntos confirma a oração da Igreja peregrina que espera em Cristo a ressurreição: “Nele brilhou para nós a esperança da feliz ressurreição. E, aos que a certeza da morte entristece, a promessa da imortalidade consola. Senhor, para os que creem em vós, a vida não é retirada, mas transformada. E, desfeito nosso corpo mortal, nos é dado, nos céus, um corpo imperecível” (Missal Romano – Prefácio I).

Ao recordar nossos entes queridos nessa memória, nosso coração se entristece, nos vemos revestidos de luto, pois como seres humanos nunca estamos preparados para a partida de alguém que amamos. Em nosso interior às vezes paira certa luta com Deus em meio a tantos questionamentos, é o egoísmo humano, a falta de compreensão dos desígnios de Deus em relação à vida terrena. Cada pessoa tem seu tempo, conforme relata a Sagrada Escritura (Ecl 3,1-8). Deus é quem planeja a vida humana; então Ele é o autor, sabe e faz tudo no tempo certo, e nós nunca compreenderemos os seus mistérios (Ecl 3,11).

A saudade é o maior dos sentimentos que carregamos no coração, ela traduz em lágrima que escorre pela face sem nenhum receio. Cada gota de lágrima é expressão de um sentimento. É desejo de comunicar, porém são palavras não ditas que queimam a alma sedenta de reencontro, recordações, amor, ausência, saudade... Tudo seria diferente se voltasse no tempo!

A celebração da memória dos fiéis defuntos, além do dia oracional para aqueles que partiram para a eternidade; é um convite para refletirmos sobre nossa vida, nossa atitude, nossa fé, por fim, nosso encontro com Deus, pois a qualquer momento seremos chamados e devemos ir a seu encontro com a mesma alegria de Paulo de Tarso: “combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia” (2Tm 4,7-8).

O Papa Francisco, em sua homilia na Casa Santa Marta, afirmou “que a Igreja quer que os homens pensem na morte porque esse chamado ‘acontecerá’. Por isso, a Igreja atualmente nos diz: ‘Pare um pouco, pare e pense na morte’”.

Ao fazer memória dos fiéis defuntos, que essa celebração não fique apenas como recordação dos falecidos, como um dia de levar flores aos jazigos, como um dia de passeio para muitos. Mas que seja um dia de intensa oração e meditação sobre a vida, a nossa morte, nosso encontro com Deus, e que essas meditações possam nos ajudar a sermos mais humanos e mais santos.

O Papa Francisco nos recorda que: “Hoje talvez seja o último dia, não sei, mas farei bem meu trabalho”. “Pensar na morte não é uma fantasia ruim, é uma realidade. Se é feia ou não é feia, depende de mim, como eu a penso, mas que ela chegará, chegará. E ali será o encontro com o Senhor, essa será a beleza da morte, será o encontro com o Senhor, será Ele a vir ao seu encontro, será Ele a dizer: ‘Vem, vem abençoado do meu Pai, vem comigo’”.

Que nossas orações cheguem aos céus como o perfume do incenso (Sl 141,2; Ap 8,3) e sejam aceitas em benevolência aos nossos irmãos falecidos. Que Deus conceda-lhes a luz e paz no convívio dos santos.

Dê-lhes, Senhor, a felicidade eterna! E brilhe para eles a vossa luz!

Fonte: Ir. Carlos José da Cunha, C.Ss.R.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Família dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.