Notícias

Perseveremos em nossa vocação!

Escrito por Tatiane Carvalho

01 AGO 2022 - 15H20 (Atualizada em 01 AGO 2022 - 15H52)

Família dos Devotos

Querido(a) Devoto(a)!

Neste mês, a Igreja nos convida a rezar pelas vocações e refletir sobre o chamado, seja para a vida sacerdotal, religiosa ou leiga
Em sua mensagem para o 59º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, Papa Francisco diz que “vocação: não se refere apenas àqueles que seguem o Senhor pelo caminho de uma consagração específica, pois todos somos chamados a participar na missão de Cristo de reunir a humanidade dispersa e reconciliá-la com Deus”. E como Igreja somos um só povouma só Família.

Nós, como Família dos Devotos, assumimos nossa vocação, que é: cuidar da Casa da Mãe Aparecida e evangelizar a partir de seu Santuário, sendo perseverantes em nossa missão. O Catecismo da Igreja Católica ensina que somos chamados a ser perseverantes na fé, na caridade, na esperança e na fidelidade ao compromisso assumido. Sendo assim, quando aceitamos nossa vocação também somos dedicados à construção da Igreja, Família de Deus.

Como Família dos Devotos somos missionários “sal da terra e luz do mundo” (Mt 5,13-16)O devoto de Nossa Senhora Aparecida que aceita seu chamado é caridoso na construçãoreconstrução de pessoas, seja pelas Obras Sociais ou de evangelização pelos Meios de Comunicaçãoe da Casa da Mãe, pelas obras de manutenção, acolhimento e catequese. Essa missão nos faz sair da inércia, exigindo coragem e perseverança, para que todos possam sentir o amor e o cuidado por meio da doação e da Palavra de Deus.

E com o objetivo de reforçar a reflexão e a oração para as vocações, a Revista de Aparecida chega com muito carinho a sua casa. 
O reitor do Santuário Nacional, Pe. Eduardo Catalfo, destaca a vocação da Família dos Devotos. “Neste mês vocacional, em sintonia com a Igreja do Brasil, a Família dos Devotos renova seu compromisso de amar e servir! Nossa vocação é cuidar da Casa da Mãe Aparecida, porque somos uma família que reza, cuida, acolhe, constrói e evangeliza!”, ressalta.

Pe. Luiz Cláudio Alves de Macedo, ecônomo do Santuário Nacional, relata a importância da obra da Colunata no conjunto da Fachada Sul. “A Colunata, originalmente, não compunha o projeto original da construção do Santuário, projetado para ser uma cruz grega. Como o projeto foi pensado e, boa parte dele, realizado antes do Concílio Vaticano II, algumas áreas sofreram, posteriormente, adaptações para o uso”, conta o Ecônomo.

Na seção Vida Santa, Ir. José Mauro MacielC.Ss.R., escreve sobre a vocação do Servo de Deus, Pe. Vítor Coelho de Almeida. “Esse feliz missionário redentorista, não obstante os contratempos da vida terrena, sempre acreditou na Providência Divina, que é amparo do gênero humano”.

Querido(a) devoto(a) de Nossa Senhora, que neste mês possamos juntos rezarmos pelas vocaçõessermos perseverantes em nossas ações como uma grande Família de Deus.
Agradecemos por seu SIM 
em ser fiel à nossa missão!


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Tatiane Carvalho, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.