Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 29 SET 2020 - 15H26

Especialista avalia criação do Renda Cidadã anunciado pelo Governo

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Um programa social, que possa dar a cara do governo de Jair Bolsonaro nesse amplo setor do país, substituindo assim um dos principais selos políticos do PT: o Bolsa Família. O Renda Cidadã, deve mesmo sair do papel depois do anúncio de ontem.

Paulo Gontijo, diretor executivo do Livres e conselheiro do Instituto Millenium,  informações sobre o programa:

– O Governo tem de onde tirar recursos para criar um programa como esse?

– Esse programa pode impactar de que forma a economia brasileira?

– A criação desse programa vira uma página do Bolsa Família e enterra um dos carros chefes do PT?


Impacto da pandemia tira até 1/4 do rendimento dos trabalhadores



Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Mesmo os brasileiros que conseguiram manter seu trabalho durante a pandemia têm sentido no bolso o impacto causado pelo novo coronavírus na economia. E a queda no rendimento dos trabalhadores ocupados foi maior para aqueles que têm menor escolaridade, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19 e do IBGE.

No primeiro semestre, os trabalhadores que não chegaram a completar o ensino médio tiveram quedas de até 25% em relação ao que costumavam ganhar no mês.

Para o economista Roberto Troster, mesmo que o benefício do Auxílio Emergencial alivie um pouco a situação, a longo prazo é um problema que pode trazer graves consequências para a economia no país, especialmente, para aqueles mais afetados pela crise.

Marcos Rolim, doutor em sociologia e professor do mestrado em direitos humanos da UniRitter em Porto Alegre, avalia que a desigualdade social e a falta políticas públicas levam ao agravamento da crise econômica, por conta da pandemia do novo coronavírus.


Brasil bate recorde de candidatos inscritos para eleições

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O número de candidatos inscritos na Justiça Eleitoral para concorrer esse ano, bateu o recorde de 2016. São mais de 517.786 solicitações. É a maior quantidade de candidatos em eleições no Brasil. Em 2012, houve 482.868 candidatos nas eleições municipais.

Gleibe Pretti, cientista político, fala sobre isso:

- O que explica esse recorde de candidatos pelo país?

- Agora vale lembrar que os números podem mudar, já que ainda é preciso aceitar as candidaturas, e muitas delas podem rejeitadas?

- Ter muitos candidatos, nesse novo sistema eleitoral, pra proporcional. É melhor ou pior para o eleitor?

🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos e ouça mais conteúdos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.