Por Felipe Melo Em Notícias

Especialista em educação analisa reprovação das escolas brasileiras no Enem 2015

enem

Os resultados das provas do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio 2015, indica que 38% das instituições seriam reprovadas no teste, segundos os critérios do próprio MEC (Ministério da Educação) para a certificação do ensino.

::Governo do Estado abre período de matrículas antecipadas::
::O vínculo significativo entre escola e vida::

São 5.642 escolas que tiveram notas médias menores que 450 pontos em ao menos uma das quatro provas objetivas ou não alcançaram a média de 500 pontos na redação.  Esses são os parâmetro mínimos usados pelo MEC, para conceder a certificação no ensino médio a estudantes por meio do Enem.

O especialista em Vestibular, Rogério Chociay, da Unesp (Universidade Estadual Paulista) analisou os resuldos do Enem por escola 2015 e afirmou: "Não é só uma questão pedagógica, mas de infraestrutura física e organização e distribuição dos trabalhos nas escolas."

O especialista destaca que há três ou quatro décadas, colocam a culpa do ensino nas disciplinas de português e matemática, quando a culpa verdadeira é da própria estrutura global do ensino.

Rogéria frisa que para o melhor desempenho das escolas no Enem é necessário algumas perguntas: qual a infraestrutura atual da escola, onde ela se localiza, qual a remuneração dos professores, qual a formação dos professores e qual o número de turmas que os professores atendem.

"Sem que sejam atendidos esses requisitos, nenhum método, nenhuma pedagogia farão mudar o panorama e os resultados atuais."

As informações com o repórter Felipe Melo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Felipe Melo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.