Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 29 MAR 2021 - 15H28

Houve pressão de parlamentares pela saída de Ministro de Relações Exteriores

Uma articulação super partidária foi deflagrada no Senado para barrar toda a pauta do Itamaraty na gestão do chanceler Ernesto Araújo. De acordo com o senador Tasso Jereissati, nunca houve um chanceler com uma rejeição tão unânime no Senado. Por isso, segundo o senador, todas as demandas devem ser rechaçadas

O próprio presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reportou pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro críticas que já haviam sido feitas à política externa do atual governo.

Para o professor de relações internacionais da Unifesp, José Alexandre, é preciso avaliar a atuação de Ernesto Araújo em duas etapas: uma no ano passado quando houve muita confusão com a visão do mundo deturpada que o ministro defende, principalmente quando o assunto é China, e outra agora quando Araújo começou a ser um pouco mais pragmático e compreensivo com a soberania chinesa. Assista em 2:54.


Gostou desse post? Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias mensalmente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...