Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 15 MAI 2020 - 14H05

Ministério da Defesa investiga recebimento indevido de auxílio emergencial por Militares

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Ministério da Defesa investiga se militares receberam de forma indevida o auxílio emergencial de 600 reais.

O que chama atenção é que ao menos 190 mil militares teriam recebido o benefício, que é destinado a trabalhadores informais para dar respaldo durante a crise na economia, provocada pela pandemia do novo coronavírus.

E para analisar essa situação conversamos com o Secretário Geral da Associação Contas Abertas, Gil Castelo Branco.

- Secretário, cabe agora ao Ministério apurar esses recebimentos e averiguar se o sistema foi fraudado de alguma maneira?

- E como fica a reputação dos militares considerados os pilares da ética do país, diante desta situação?


Gastos com o cartão corporativo da Presidência ultrapassam R$ 6 milhões e MP investiga

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União, pediu a abertura de uma investigação sobre o uso dos cartões corporativos da Presidência da República.

A solicitação vem após a publicação de reportagens, que mostram que os gastos nos três primeiros meses de 2020, foram os maiores para o período desde 2013 e chegaram a R$ 6,2 milhões. O pedido precisa ser deliberado pelo TCU para que a investigação tenha início. O fundador do movimento transparência partidária, Marcelo Issa, aponta que não existe motivo para se ocultar os gastos com o cartão corporativo.


Centrais Sindicais cobram medidas que beneficiem trabalhadores durante crises no país

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

A adesão de empresas e trabalhadores ao programa de manutenção de emprego em meio à crise do coronavírus, está motivando centrais sindicais defenderem que a política se torne um instrumento permanente para momentos de crise no país.

Até o momento, mais de 6 milhões e meio de acordos foram feitos e o objetivo é evitar demissões e instaurar uma medida que beneficie empregador e empregado, como explica João Carlos Gonçalves Juruna, Secretário Geral da Força Sindical.


:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias mensalmente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...