Notícias

OAB começa a considerar possibilidade do impeachment do presidente Jair Bolsonaro

Escrito por Rádio Aparecida

13 JAN 2021 - 13H49 (Atualizada em 13 JAN 2021 - 14H25)

Shutterstock jair bolsonaro (Shutterstock)

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

A coluna de Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, trouxe nesta semana a informação de que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) começa a discutir internamente a possibilidade da abertura de um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Procurada pela Rede Aparecida de Rádio, a OAB Nacional não se pronunciou oficialmente. Segundo a coluna, o andamento de um eventual processo dependeria de pressão popular.

Para avaliar o tema, conversamos com Rafael Moreira, doutor em ciência política pela USP.

- Em um momento de pandemia, em que protestos nas ruas ainda são inviáveis, de onde teria que vir essa pressão?

- Existem crimes de responsabilidade suficientes para embasar um eventual pedido? Ele também dependeria da vontade política da Câmara dos Deputados e do novo presidente da Casa?

- Em um artigo na revista fórum você citou a respeito da fragilidade do governo Bolsonaro por conta da heterogeneidade de sua base de apoio. Hoje, essa base é ainda mais frágil?


Fechamento de Fábricas da Ford no Brasil deve afetar cerca de 5 mil funcionários

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O anúncio de fechamento das fábricas da Ford após 100 anos no Brasil foi um uma surpresa para quase todo mundo. Quem acompanha mais de perto esse mercado, porém, não se surpreendeu tanto assim.

Os analistas dizem que a indústria automobilística vem tentando se reinventar no mundo todo, e uma das alternativas é focar nos veículos elétricos e híbridos.

Ricardo Balistiero, mestre em economia e doutor em administração avalia conosco este assunto.

Especialista acredita que outras empresas também podem deixar o país, pois falta uma política industrial clara e objetiva, além da vulnerabilidade no campo econômico e político.

- Como esta situação da indústria automobilística afeta a economia no país?

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (12), ao comentar a decisão da Ford de encerrar a produção de veículos no Brasil, que faltou a empresa dizer a "verdade" sobre o motivo da saída. De acordo com Bolsonaro, a Ford queria subsídios do governo para continuar no país.

Bolsonaro disse ainda lamentar os cinco mil empregos que serão perdidos com o encerramento da produção da Ford em território nacional.

Esse foi o número citado pela Ford quando questionada sobre quantas pessoas seriam demitidas, mas empresa disse que o montante inclui a Argentina, onde também serão feitos cortes em função do encerramento da produção no Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.