Por Danielle Santos Em Notícias

Os perigos das máquinas de lavar louças

Os perigos das máquinas de lavar louças

Levantamento publicado na revista científica britânica Fungal Biology mostrou que 35% das máquinas de lavar louças testadas em 101 cidades ao redor do mundo continham fungos negros do tipo Exophiala na borracha das portas. Isso porque o ambiente quente e úmido favorece a proliferação dos micro-organismos, perigosos sobretudo para crianças, idosos e pessoas com fibrose cística, pois atacam os pulmões.

Existem algumas coisas, porém, que podem ser feitas para reduzir a quantidade de fungos na máquina de lavar louça. Bicarbonato de sódio, vinagre e água sanitária ajudam a eliminar os fungos.

Limpe o aparelho com uma solução de água sanitária e deixe a porta da máquina aberta, vez ou outra, para que haja ventilação.

Uma vez por mês, remover as prateleiras da máquina e lavar. A sugestão é misturar meio copo de vinagre com dois de água quente e usar a mistura para limpar as partes internas.

É recomendada também a execução do processo de lavagem da máquina com água em temperatura elevada, sem louças dentro, apenas com uma pequena tigela de vidro com vinagre na prateleira de cima e bicarbonato de sódio espalhado pela parte inferior.

Revista Máxima.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Danielle Santos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.