Por Redação A12 Em Notícias

Psicóloga explica até que ponto o fanatismo pode ser prejudicial

Quem é fã de alguém demonstra muito carinho e admiração pelo ídolo. Mas, em alguns casos essa carinho especial passa dos limites, e acaba em invasão da vida do outro.

Recentemente os noticiários relataram casos de fanatismo com a apresentadora Ana Hickmann, o cantor Jorge da dupla Jorge e Matheus e com a cantora Anitta.

A psicóloga Silvia Suely de Souza explicou em entrevista á Rádio Aparecida sobre como o fanatismo implica em projetar expectativas em outra pessoa.

Dentro da psicologia é necessário que seja feita uma análise da história daquele que é fã de alguém ou de algo, para então apontar os possíveis motivos de ações exageradas de fanatismo. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.