Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 02 JUN 2020 - 15H46

Senado aprova o uso de leitos particulares de UTI a pacientes do SUS

Associação afirma que a medida é necessária e que usuários de planos de saúde não serão prejudicados

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Senado aprovou, por unanimidade, a autorização do uso de leitos não ocupados de UTI em hospitais privados, para pacientes do SUS com síndrome respiratória aguda grave e suspeita ou diagnóstico de Covid-19.

O uso vai ser indenizado pelo setor público, o projeto segue agora para câmara dos deputados. E para saber se os usuários de planos de saúde não serão prejudicados, caso preciso de leito de UTI, vamos ouvir o presidente AUSSESPE, Associação dos Usuários de Plano de Saúde do Estado de São Paulo, Flávio de Aguilar.


Governo Federal sanciona com vetos, socorro financeiro a estados e municípios

Agência Brasil
Agência Brasil

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, o projeto que prevê ajuda financeira de 60 bilhões de reais a estados e municípios. O auxílio busca dar respaldo no enfrentamento aos efeitos causados pela pandemia.

Entre os vetos, está a abertura de exceção para que servidores da saúde e segurança pública pudessem ter os salários reajustados. Com isso, os servidores não terão mais o reajuste, entre outros pontos.

Analisando esta situação, conversamos com Gil Castelo Branco, secretário geral da Associação Contas Abertas.

- O auxílio é suficiente para que estados e municípios consigam se reerguer dos efeitos causados pela pandemia?

- Com relação aos vetos, principalmente no que diz respeito ao não reajuste dos servidores, podemos ver como uma medida justa, mesmo a profissionais que estão na linha de frente no combate à doença?


IBGE aponta que agropecuária foi o único setor com desempenho positivo nos três primeiros meses do ano

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), mostra que o agronegócio foi o único setor com desempenho positivo nos três primeiros meses do ano, em meio a uma queda de 0,3%, reflexos da pandemia.

De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o arroz e soja puxaram o crescimento de 1,9%. O assessor técnico do Núcleo Econômico da Confederação, Paulo Camuri, explica que o setor é uma das grandes esperanças para retomada econômica do Brasil.

Camuri também fala que o crescimento é uma tendência, e destaca os produtos que podem puxar a alta no próximo trimestre.

:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.