Por Andresa Custódio Em Notícias

Vamos comer de acordo com a nossa idade!

 

Nossas necessidades nutricionais mudam com a idade. Em diferentes fases da vida há alimentos que devem ser privilegiados e outros evitados.

 

20 - 40 anos

Nessa idade, você provavelmente está a toda, trabalhando, caindo na gandaia, ou correndo atrás das crianças. A demanda de energia é alta, por isso, proteínas e cereais integrais devem ser os componentes mais importantes da alimentação. Você também está estabelecendo as bases de sua saúde no futuro; escolhas erradas agora podem ser traduzidas em doenças cardíacas ou diabetes mais tarde. Pode haver deficiência de ferro, e talvez seja preciso aumentar a ingestão de ácido fólico e iodo, caso pense em engravidar.

 

40 - 50 anos

Esse é o período mais importante para prevenir problemas de saúde no futuro, como hipertensão arterial, colesterol alto e ganho de peso excessivo. A perimenopausa pode estar chegando, com a redução do nível de estrogênio. Há mais depósitos de gordura na cintura do que nos quadris e nas coxas; o colesterol pode subir e os ossos podem ficar mais fracos. As necessidades de ferro e cálcio ainda são altas. Óleos monoinsaturados e poli-insaturados de boa qualidade, como canola e azeite, são ótimos. Tente comer mais peixe e aumente a ingestão de fibras e cereais para proteger os intestinos.

 

50 - 60 anos

A chegada da menopausa traz uma série de mudanças. Alguns sintomas como ondas de calor (fogacho), insônia e falhas de memória variam entre levemente incômodos e debilitantes.

Com o fim da menstruação, o ferro deixa de ser uma grande preocupação, por isso, é bom procurar outras fontes de proteína em vez de só carne vermelha. No entanto, você ainda precisa de muito cálcio para proteger os ossos. Essa é a hora de aumentar a ingestão de antioxidantes para ajudar a prevenir as doenças crônicas comuns na idade avançada, como o câncer e os problemas cardiovasculares. A partir dessa fase, muita água e bastante fibra são essenciais para manter a saúde dos intestinos.

 

60 - 70 anos

Doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, diabetes, artrite e várias outras questões de saúde são comuns nessa faixa etária. Alimentos ricos em nutrientes, mas com pouco sal, são essenciais para manter a boa saúde. A perda de memória e a depressão também se tornam uma preocupação quando se envelhece, por isso, é bom aumentar a ingestão de alimentos que contenham ômega 3 e 6, como frutos do mar, nozes e castanhas. Não se isolar e exercitar-se são medidas importantes para evitar esses problemas. Mais do que nunca, é preciso proteger a saúde do intestino comendo iogurte, regularmente, e mantendo uma alimentação rica em fibras.

 

Fonte: Revista Seleções

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Andresa Custódio, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.