Por Elisangela Cavalheiro Em Assembleia Geral CNBB

Assembleia da CNBB manifesta vivência fraterna e solicitude dos bispos para com a Igreja

Tem início nesta quarta-feira, 15, em Aparecida (SP), a 53ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Durante a cerimônia de abertura, realizada logo pela manhã, o presidente da CNBB destacou aos mais de 400 bispos presentes a importância deste encontro anual para a vida da Igreja no Brasil e para a vivência da colegialidade do episcopado brasileiro.

“Esse acontecimento anual do qual participamos é uma vivência particularmente intensa do afeto colegial e de solicitude pela Igreja que se manifesta nessa porção do colégio episcopal”, assinalou. 

Na mesa de abertura estavam presentes, além do Cardeal Raymundo Damasceno Assis, o Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D'Aniello, o arcebispo de São Luís e vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva, o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, o reitor do Santuário Nacional, Padre João Batista de Almeida e o prefeito de Aparecida, Márcio Siqueira.

Em sua palavra, o presidente da CNBB abriu um panorama geral do que será tratado nessa assembleia, enfatizando a proposta central. "O Tema Central dessa assembleia são as Diretrizes”, disse o presidente lembrando que na assembleia passada ficou decidido que as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil (DGAE 2011-2015) seriam apenas atualizadas para mais um quadriênio.

A assembleia deste ano terá como base a Exortação Apostólica do Papa Francisco a 'Alegria do Evangelho', os discursos do pontífice ao episcopado brasileiro durante a Jornada Mundial da Juventude e os documentos recentes da CNBB.

Dom Raymundo assinalou ainda a importância da reflexão e contribuições dos bispos nesta assembleia para a elaboração de um documento que irá ajudar as dioceses brasileiras a “continuar a sua missão evangelizadora”.

Dom Giovanni D'Aniello ao se dirigir aos bispos agradeceu a oportunidade para participar da assembleia e manifestou a comunhão do Santo Padre com este encontro. O Núncio destacou o empenho da Igreja no Brasil no anúncio do Evangelho, ao destacar alguns eventos históricos que permeiam a vida da Igreja no mundo e que a influenciam positivamente, como a celebração dos 50 anos de conclusão do Concílio Vaticano II e o Sínodo dos Bispos. Dom Giovanni sublinhou ainda a viva participação dos leigos na vida da Igreja que está na agenda desta assembleia.

Confira a palavra de Dom Giovanni na íntegra:

Abertura da Assembleia Geral da CNBB  (Credito-Thiago Leon) Para o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida (C.Ss.R.), a assembleia constitui um momento especial de comunhão da Igreja e de irmãos na fé. O reitor lembrou que a assembleia ocorre oportunamente no Tempo da Páscoa, quando a Igreja celebra a vitória da vida sobre a morte e espera o Espírito Paráclito que impulsionará os seguidores de Jesus a sair pelo mundo e a testemunhar que Cristo está vivo.

Essa realidade recorda os sentimentos dos apóstolos no tempo de Jesus, que juntos com Maria, viviam sua fé na oração e na fração do pão. Esse momento relaciona-se com a assembleia dos bispos que vivenciam de certa forma os mesmos sentimentos. "Há muitos anos, os bispos se reúnem em assembleia anual e, geralmente, no Tempo da Páscoa, também unidos pelo mesmos sentimentos que brotaram do coração dos apóstolos. Sentimentos esses que conduzem ao desejo de continuar a missão de Jesus, sobretudo, o anúncio da esperança e da vida para o povo brasileiro", destacou.

O reitor citou ainda que no mesmo espírito de oração os bispos contam com o amparo maternal de Maria, não apenas em sua presença amorosa mas sua presença evangelizadora a partir de seu Santuário. "Permitam-me dizer que Nossa Senhora empresta a sua casa para que os seus filhos bispos recebam a soma do Espírito que fecundou o seio virgem de Nazaré e nele fez nascer o Redentor", sublinhou. "Desde 2007, quando aqui se reuniram os bispos da América Latina e Caribe, Aparecida se tornou o útero materno e gerador de vida eclesial", acrescentou.   

A Assembleia Geral deste ano reúne aproximadamente 400 bispos vindos de todos os estados brasileiros para discutir diversos temas de interesse para a missão e a vida da Igreja no Brasil. De hoje, 15, até o dia 24 de abril acompanhe a cobertura completa da 53ª AG pelo A12.com no endereço: www.a12.com/cnbb.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Assembleia Geral CNBB

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.