Por Redação A12 Em Brasil

Exposição fotográfica em SP retrata cotidiano de mulheres refugiadas no Brasil

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) promove a exposição fotográfica ‘Vidas Refugiadas’, sobre o cotidiano de oito mulheres refugiadas de diferentes nacionalidades que vivem no Brasil.

Foto de: Victor Moriyama

Silvye, uma das mulheres fotografadas para a exposição, é nacional da República Democrática do Congo e refugiada reconhecida pelo Governo Brasileiro desde 2014 - Foto: Victor Moriyama

Silvye, uma das mulheres fotografadas para a exposição.
É da República do Congo e refugiada reconhecida  pelo
Governo Brasileiro  desde 2014.

A exposição é composta por 16 fotos produzidas pelo fotógrafo Victor Moriyama e mostra o sentimento de perda de seus laços sociais, a nostalgia e as incertezas experimentadas por estas mulheres evidenciam o não pertencimento ao novo local.

Em meio aos seus dilemas individuais, a exposição tem o intuito de auxiliar na integração das mulheres refugiadas no Brasil, possibilitando uma abertura de reconhecimento e empoderamento de seus papéis no contexto sociocultural.

Representando aproximadamente 30% das pessoas refugiadas no Brasil, a mulher refugiada acaba herdando a invisibilidade já habitualmente experimentada pelas mulheres, fazendo com que suas dificuldades sejam menos ouvidas, suas particularidades desrespeitadas e sua feminilidade ignorada. O resultado desse processo de anulação limita seu acesso a direitos, impede sua plena integração e provoca uma perigosa repetição das violações já vivenciadas em seus países de origem.

No Brasil, o ACNUR e seus parceiros implementam diversas ações para promover a igualdade de gênero em meio à população refugiada no país – cerca de 8.400 pessoas – e capacitar as mulheres em atividades de geração de renda, discussão sobre direitos e prevenção à violência.

A exposição ficará aberta ao público durante todo o mês de março - mês da mulher, no café da FNAC (Avenida Paulista n° 901), em São Paulo, com entrada gratuita e funcionamento das 10h às 22h.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.