Por Redação A12 Em Brasil

Fiscalização nas estradas e rodovias ganha reforço neste final de ano

A fiscalização nas estradas ganha reforço neste final de ano com a Operação Integrada Rodovida. Com o feriado de Ano Novo, o movimento nas principais estradas e rodovias do Brasil aumenta significativamente. Para reduzir o número de acidentes graves nesse período, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou no dia 18 de dezembro a quinta edição da Operação Rodovida.

policia rodoviaria federal - Crédito da Foto: Polícia Rodoviária Federal

Foto: Polícia Rodoviária Federal - prf.gov.br

 

A ação, simultânea em todos os estados brasileiros, é voltada para a prevenção e redução de acidentes de trânsito nas rodovias federais durante os feriados de fim de ano, férias escolares e Carnaval, - períodos característicos pelo aumento do fluxo de veículos e de passageiros nas estradas brasileiras. 

Nesta edição, a Rodovida está focada nas principais atitudes dos condutores que acarretam acidentes graves como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, embriaguez ao volante e falta de uso do cinto de segurança.

Os motociclistas também receberão atenção especial. Nos últimos anos, esses motoristas têm sido as principais vítimas dos acidentes com mortes, principalmente na Região Nordeste. 

As regiões com a maior quantidade de trechos críticos terão atenção redobrada, recebendo mais recursos para deslocamento de efetivo. A Polícia Rodoviária Federal fez um levantamento dos dez trechos mais perigosos das rodovias federais, considerando onde mais ocorrem acidentes graves. Confira no site da PRF.

De acordo com a diretora-geral da PRF, Maria Alice Nascimento, a meta da Operação Rodovida é a redução do número de acidentes por meio do aumento da presença e da disponibilidade da PRF nos períodos, locais e horários com maior concentração e registros de acidentes. 

Reduções significativas - Desde a primeira edição da operação, realizada entre 2011 e 2012, a PRF registrou queda significativa de quase 40% no número de mortos em relação à frota. Para se ter ideia, somente na edição passada, a Rodovida conseguiu uma redução considerável no número de mortes nos estados do Paraná (67%), Minas Gerais (47%) e Bahia (39%). 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.