Por Redação A12 Em Brasil

Perdeu o emprego? Saiba quais caminhos para recomeçar

Madalena Feliciano_Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Com a atual situação da economia brasileira sem previsão de melhora, o desemprego é uma realidade, inclusive para os mais qualificados e experientes. A crise econômica brasileira abateu todas as classes sociais. Porém esta época do ano pode ser favorável para oportunidades temporárias, principalmente no comércio.

Algumas práticas podem ser adotadas para preparar melhor você para uma nova oportunidade, para rever a carreira e tentar um recomeço. O Portal A12 conversou com a especialista em transição de carreira e diretora do Instituto Profissional de Coaching, Madalena Feliciano, que compartilhou algumas informações e dicas interessantes.

Portal A12 - O desemprego hoje é uma realidade para todas as faixas de qualificação profissional?

Madalena Feliciano - O desemprego hoje é uma dura realidade para a maior parte das qualificações no Brasil, ele está tão presente desde a classe mais baixa, quanto nos altos CEO's e CFO's. Se falarmos apenas de quantidade de vagas, as menores qualificações são as mais afetadas, porém percentualmente, existe um número muito expressivo de altos executivos que estão buscando uma recolocação no mercado.

A12 - Quais práticas podem ser adotadas para minimizar essa situação?

Madalena - Existem diversas praticas a serem adotadas para minimizar o desemprego, como se manter atualizado sobre o seu mercado/atribuição, estar presente em palestras e workshops, nunca deixar de lado seu networking, ampliar seus conhecimentos e principalmente, fazer o que gosta com muita cor, brilho e energia.

A12 - Às vezes é preciso refletir as escolhas profissionais?

Madalena - Refletir as escolhas profissionais é um trabalho diário, que o profissional tem de botar na balança se ele está sendo feliz na profissão que escolheu, se a os objetivos de vida dele estão convergindo com a atribuição atual. Tive altos profissionais que foram desligados e posteriormente avaliaram que a demissão foi o melhor que poderia ter acontecido, pois agora eles estavam sendo mais felizes com as novas atribuições.

A12 - Estar desempregado é momento para investir em quais aspectos?

Madalena - Estar desempregado é o momento de se conhecer. Os profissionais que passam muitos anos na mesma empresa, sabem de cór a missão, visão e valores da empresa, mas quase nunca sabem sua missão, valores e propósitos próprios. Estar desempregado também é o momento em investir em conhecimento e tirar os planejamentos do papel, como fazer aquele curso da segunda língua que nunca tínhamos tempo, ir naquele workshop que insistia em cair no dia do rodízio e até cuidar na nossa saúde, que quase sempre deixamos em segundo plano.

A12 - A internet pode ser uma aliada?

Madalena - A internet não só pode, como é a principal aliada na busca de uma recolocação profissional. Além das mídias voltadas para recolocação, existem diversos portais que dão cursos online gratuitos com certificado, sites do mercado que o profissional atua para se manter atualizado, fazer novos contatos profissionais e reativar os contatos perdidos e até encontrar uma fonte de renda alternativa para enfrentar as contas que virão.

A12 - O trabalho freelancer pode ser uma boa?

Madalena - O trabalho freelancer é importante para que o profissional não se descapitalize, para que ele se mantenha ativo, para que ele tenha novas oportunidades no mercado formal, desde que ele não o tire do foco principal. Muitas vezes os profissionais estão tão atribulados trabalhando em um freelancer por "não conseguir" um emprego formal, mas não se dão conta que isso só acontece por não se dedicar à busca de emprego.

A12 - Se conseguir uma entrevista de emprego, o que fazer para se sair bem?

Madalena - Muitos profissionais travam exatamente na hora da entrevista, mas é fundamental que o profissional procure saber sobre a empresa a qual o entrevistará, bem como seu código de vestimenta, as atribuições do cargo que ele irá ocupar, fazer uma boa apresentação e principalmente, mantenha a calma.

A12 - E para quem tem mais de 40 anos... A situação está difícil?

Madalena - Depende de uma série de fatores: Qual o ramo que esse profissional está buscando se recolocar? Ele está bem preparado para o cargo? Ele sabe fazer um bom marketing pessoal? O que esse profissional tem de principais qualidades? Dentre tantos outros questionamentos.

Via de regra, as empresas buscam os melhores profissionais e um profissional de 40 anos hoje tem muito conhecimento, muita experiência e ainda muitos anos de atividade no mercado. Se esse profissional estiver bem preparado, ele estará em pé de igualdade com um profissional mais novo. Ele precisa apenas saber mostrar isso para o entrevistador.

:: Vai fazer o Enem? Não tenha medo de falhar

:: Mercado de trabalho tem lugar para jovens e experientes

:: Bolsa de Emprego

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.