Por Polyana Gonzaga Em Brasil

Saúde na melhor idade: O cuidado com as gripes e infecções respiratórias

Amparado pela maior expectativa de vida, os últimos censos do IBGE indicam a tendência do envelhecimento acelerado da população brasileira. Com o envelhecimento da população em à tona a preocupação com diversos fatores que afetam a vida dos idosos. Dentro desta perspectiva está à promoção da saúde, em especial, medidas preventivas que possam oferecer mais qualidade de vida para a melhor idade.

Em uma série de três entrevistas, o A12.com traz indicações importantes para a saúde dos idosos. O pneumologista, Dr. Mauro Gomes, indica quais os cuidados devem ser tomados em relação a gripes, infecções respiratórias, principalmente em tempo mais secos. Confira a entrevista.

melhor idade

A12.com - De forma geral, quais os cuidados especiais são necessários com a imunidade do idoso?

Dr. Mauro Gomes - O idoso tem, naturalmente, um envelhecimento dos mecanismos de imunidade e estão mais sujeitos às infecções de maneira geral, respiratórias em especial. Os cuidados naturais como boa alimentação, atividade física e a vacinação anual para as gripes e contra a pneumonia são cuidados importantes.

A12.com - Segundo o IBGE, o número de idosos no Brasil vai quadruplicar até 2060. Quais são as grandes preocupações nesse sentido no que diz respeito à gripes, pneumonia e demais problemas da área da pneumologia?

Dr. Mauro Gomes - Em relação ás infecções, segue a resposta acima. Com relação aos demais problemas, a DPOC é uma doença relacionada ao tabagismo e que se manifesta, principalmente, na terceira idade e leva a grave limitação respiratória. Acredita-se que a DPOC seja uma das doenças com maior incidência e mortalidade até o ano 2020 em todo o mundo. A redução e, preferencialmente, eliminação do tabagismo seria a melhor conduta para a prevenção desta grave doença entre os idosos.

A12.com -Automedicação é prejudicial para a saúde do idoso quando se trata de gripes e resfriados?

 

(...) a automedicação passar a ser um problema seja em qual idade for.

Dr. Mauro Gomes - Há no mercado muitos medicamentos que podem ser usados sem a prescrição médica. São possibilidades que ajudam a combater os sintomas da gripe, por exemplo. Porém, se o indivíduo apresenta um quadro mais agravante, ou seja, que não esteja estável mesmo depois de ter se prevenido com o uso de medicamentos, a automedicação passa a ser um problema seja em qual idade for. Entre os idosos há o agravante de que eles habitualmente já fazem uso crônico de vários remédios e a interação medicamentosa pode ser bastante prejudicial e até fatal.​

A12.com - Quais são os principais cuidados com um idoso no clima mais seco?

Dr. Mauro Gomes - Todos, especialmente os portadores de doenças respiratórias crônicas, devem tomar algumas precauções nesta época do ano para se prevenirem da gripe e das suas complicações, tais como evitar aglomerações em lugares fechados e mal ventilados, as mudanças bruscas de temperatura, o contato com a fumaça do cigarro, animais dentro de casa e lavagem constante das mãos. A vacinação antigripal é um eficiente protetor e deve ser administrada principalmente nos idosos.

A12.com - Há mais reincidência de gripes no clima mais seco? Caso positivo, por quê?

Dr. Mauro Gomes - Com a chegada do inverno, o frio, o tempo seco e a menor dispersão dos poluentes pioram a qualidade do ar. Isso tudo, associado à tendência de aglomeração em locais fechados, faz com que as infecções respiratórias aumentem a sua incidência neste período do ano. Vírus e bactérias acabam se transmitindo de pessoa a pessoa com maior facilidade, causando algumas epidemias.

Foto de: Divulgação

Idosa

Para idosos gripes constantes podem ser um alerta.

A12.com - Qual é a diferença entre gripe e pneumonia?

Dr. Mauro Gomes - Pneumonias são infecções do pulmão, que podem ocorrer em qualquer época e em qualquer pessoa, embora os fumantes estejam mais predispostos a isso, pois já apresentam uma colonização crônica por bactérias na sua árvore respiratória. Geralmente, decorre de um quadro gripal anterior, o que abre as portas das defesas pulmonares para a penetração de bactérias no seu interior. Os sintomas são a tosse, febre, falta de ar e até mesmo dor torácica, de início súbito, com grande queda do estado geral do doente. Mas, quadros menos intensos também podem ocorrer. 

A12.com - Quais são os sintomas da pneumonia?

Dr. Mauro Gomes - Tipicamente as pneumonias se desenvolvem após uma gripe e provocam tosse, expectoração, mal estar geral e febre de rápida evolução (em poucos dias ou horas). Em algumas situações, os sintomas podem ter evolução mais demorada, de até duas ou três semanas. Nestes casos, chamados de evolução atípica, predominam a falta de ar, tosse seca e dores musculares. Normalmente, a pneumonia bacteriana se desenvolve após um episódio gripal pelo vírus influenza. Por isso, é importante a vacinação anual contra a gripe na tentativa de se evitar ou diminuir o risco de morte por pneumonia.

A12.com - Como é o tratamento da pneumonia?

Dr. Mauro Gomes - O tratamento de qualquer pneumonia é feito com o uso de antibióticos. Cada germe possui um tipo específico de antibiótico a ser utilizado. O tratamento pode ser realizado em casa, tomando-se os antibióticos por via oral, ou dentro do hospital em regime de internação. Existe uma série de critérios de gravidade que o médico deve avaliar quando faz o diagnóstico de pneumonia para definir qual o melhor local de tratamento e qual o melhor antibiótico a ser utilizado.

A12.com - O que é ter qualidade de vida no campo da pneumologia?

 

Qualidade de vida é sentir-se bem com a pessoa que se é e com que que se tem (...) A pneumologia busca o bem estar da respiração.

Dr. Mauro Gomes - Qualidade de vida é sentir-se bem com a pessoa que se é e com o que se tem. Ter a mente tranquila e consciente de procurar ter feito o melhor. A pneumologia busca o bem estar da respiração. Isto é, procura fazer com que as pessoas não tenham falta de ar. O cansaço e a falta de ar são fatores muito limitantes para as atividades diárias de qualquer pessoa e a melhora desses sintomas promove melhor qualidade de vida. A melhora da falta de ar faz com que a pessoa se insira adequadamente no campo social e profissional.  

A12.com - Existem alguns hábitos que se os jovens adotarem hoje contribuirá para uma velhice mais saudável? Caso positivo, quais?

Dr. Mauro Gomes - Toda forma de prevenção de doenças trarão um futuro melhor e mais saudável. Na área da pneumologia, evitar o tabagismo é o principal fator de prevenção de doenças futuras e de melhor qualidade de vida na velhice. Metade das pessoas que fumam irá morrer de alguma doença ligada ao cigarro e, não fumar, é a melhor prevenção.

A12.com - É possível conciliar uma rotina corrida com cuidados essenciais para evitar o contágio de gripes e resfriados? Se sim, quais?

Dr. Mauro Gomes - Os cuidados essenciais são alimentação saudável, prática regular de atividade física, vacinação anual e evitar lugares fechados com aglomeração de pessoas e a lavagem frequente das mãos.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.