Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

Amar os deficientes

Havia, certa vez, uma pequena garota, descalça e suja, que ficava sentada no parque, vendo as pessoas andarem. Ninguém sequer olhava para ela.

Um rapaz, que sempre passava por ali e a via, um dia resolveu parar. Quando o jovem se aproximou, viu que ela tinha um olhar triste e trazia, debaixo do vestido, uma deformação nas costas. Ele logo concluiu: É por isso que nenhuma criança a convida para brincar.

Quando ele chegou mais perto, a garotinha baixou o olhar. Nessa hora ele viu mais claramente o contorno das suas costas. Era grotescamente corcunda.

O moço sentou-se ao seu lado e disse: “Olá”. Ela respondeu: “Oi”. Ele sorriu e ela sorriu de volta. E ficaram ali conversando. Até que o rapaz perguntou-lhe por que ela estava triste. Ela olhou para ele e falou:

- Porque sou diferente.

- Sim. Você, com este olhar doce e inocente, lembra um anjo.

Nesta hora, ela olhou para ele, sorriu e disse:

- De verdade?

- Sim. De verdade. Você parece um anjo mandado por Deus, pois tem um olhar doce e amoroso.

A garota levantou-se sorrindo e falou:

- Você foi a única pessoa que se aproximou de mim e me possibilitou este momento que jamais esquecerei. A minha deformidade me afasta e me deixa isolada, mas a sua presença me fez muito feliz.

Encontramos, pela vida, muitos deficientes físicos e mentais. O nosso acolhimento, o nosso amor é capaz de ajudá-los a se reerguerem e serem felizes. O importante é ir além das aparências e olhar o coração. Mas só faz isso quem está bem com Deus. Deixemos os preconceitos, como as crianças colegas daquela menina e as pessoas que passavam ao seu lado.

(Fonte: Pe. Marcelo Rossi)

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.