Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

Para situações novas, soluções novas

Certa vez um padre, ao almoçar na casa de uma família da paróquia, ficou intrigado com um prato. Era um frange assado, mas cujas coxas foram assadas separadamente. Curioso, o sacerdote perguntou o motivo por que ela assou o frango daquela maneira.

A mulher respondeu que não sabia, mas é daquele jeito que sua mãe assa frangos, e que ela aprendeu. O importante era que ficava muito gostoso. O importante é que fica muito gostoso, concluiu ela.

O padre conhecia a mãe dessa senhora e resolveu investigar. Foi até a casa dela e perguntou por que assa frangos separando as coxas. Ela deu a mesma resposta da filha. Disse que havia aprendido com sua mãe essa forma de assar frangos e, como ficava muito gostoso, era assim que fazia.

Como o padre era muito curioso, e sabendo que a mãe desta senhora ainda estava viva, continuou investigando. Viajou até o local onde residia a velhinha, que era bem distante, em outro município. Lá descobriu que ela usava ainda fogão a lenha.

Perguntou por que ela assava frangos com as coxas separadas. Ela respondeu:

- Padre, é muito simples. Se eu for assar o frango inteiro, com as coxas, ele não cabe na minha assadeira. Por isso tenho de cortar as coxas.

O padre então descobriu que aquela senhora tinha um motivo real para assar frangos separando as coxas. Mas a filha e a neta, com suas assadeiras modernas, não tinham. Não havia, portanto, nenhum motivo que justificasse aquele procedimento.

Nem sempre a solução que foi boa para uma pessoa será também para outra. Para situações novas, vamos ser criativos e descobrir soluções também novas.

 

 

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, C.Ss.R., em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.