Por Redação A12 Em Igreja

1 de junho: Crianças cristãs da Síria rezam pela paz em seu país

Crianças cristãs de várias cidades da Síria se unirão neste dia 1º de junho em uma jornada de oração pela paz em seu país. Com as crianças lideranças católicas e ortodoxas apelam pelo fim da guerra na data em que vários países celebram o Dia Internacional da Criança. 

Foto de: Acnur.

acnur_syria

Mãe e criança sírios em acampamento de refugiados em Zaatari, na Jordânia. 

 

No início deste ano, uma delegação conjunta católico-ortodoxa visitou representantes de todas as Igrejas cristãs sírias a fim de verificar ações para a paz e de reconstrução da Síria. A campanha de oraçao das crianças é um dos primeiros frutos dessas discussões.

Como "patrono" da campanha, eles escolheram o menino Jesus, representado como rei, segurando o globo na mão esquerda e com a mão direita abençoando o mundo, conhecido por todo o mundo católico sob o nome do "Menino Jesus de Praga". Já a Igreja Ortodoxa faz memória de um ícone muito querido na Síria, conhecido como "a Mãe de Deus da Rosa que Nunca Morre". As crianças vão caminhar em procissão, carregando estes ícones com eles.

"As crianças em nosso país são os irmãos e irmãs de sofrimento do menino Jesus. Por mais de cinco anos elas têm sido arrastados por uma guerra cruel, feridas, traumatizadas ou mesmo mortas. Muitas crianças perderam seus pais e tudo o que lhes fazia sentido. Inúmeras nasceram durante a guerra e nunca experimentaram a paz. As suas lágrimas e os seus sofrimentos bradam aos céus”, disseram os patriarcas em mensagem. 

rezar_siria"Esperamos que esta campanha continue, de modo que a luz da paz possa brilhar intensamente", disseram à Fundação AIS os bispos sírios. 

Segundo o estudo "No place for children" (Não é lugar para crianças), cerca de 8,5 milhões de crianças, mais de 80% das crianças sírias, foram afetadas pelo conflito, dentro do país ou como refugiados. Desde 2011, início da revolta contra o regime do país, mais de 12 mil crianças ja morreram na Síria, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.