Por Redação A12 Em Igreja

Aparecida recebe I Congresso Continental da Misericórdia

Aparecida sedia até o dia 25 de junho, o I Congresso Continental da Misericórdia. O Evento recebe representantes de diversos movimentos da Igreja Católica, grandes nomes do mundo acadêmico teológico e ícones do trabalho pastoral da Igreja. Participam cerca de 500 participantes de vários países do Continente Americano, como, por exemplo, Estados Unidos, Canadá, Honduras, Panamá, Colômbia, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Costa Rica, México, entre outros. Também participa um representante do Conselho Pontifício para Promoção da Nova Evangelização.

 

Segundo o secretário executivo do congresso e fundador da Comunidade Coração Novo, do Rio de Janeiro (RJ), Izaias de Souza Carneiro, é o primeiro congresso continental neste formato, ou seja, dirigido para um público específico, que é o público do Continente Americano. Para ele, acontecer em Aparecida gera uma expectativa e provoca uma alegria muito grande. “É um país que cresce e está sempre apresentando ao mundo uma Igreja de esperança, um país que está no centro do continente, no ponto de vista católico e cristão, que é chamado pela Igreja como o continente da esperança”, detalha.

Foto: Eduardo Gois/A12

Izaias de Souza Carneiro_Congresso Continental da Misericórida_Foto: EduardoGois

Izaias de Souza Carneiro, secretário executivo do evento, ressalta diferentes expressões que particiapam do congresso

Izaias diz que o evento tem por missão, refletir a identidade da Igreja que é receber o rosto misericordioso de Deus (Misericordiae Vultus), ou seja, refletir Deus como o Deus de misericórdia. “Me parece que o Brasil tem uma função na Igreja que é a de se assumir, como um lugar que recebeu evangelização, mas que agora devolve ao mundo, anunciando através da perspectiva da misericórdia”

Ele enaltece Aparecida, dizendo que realizar o congresso na Casa da Mãe, passa a ser algo maior ainda, como forma também de celebrar o contexto dos 300 anos de encontro da Imagem. “A casa da Mãe é lugar onde se pode acolher a todos, é onde todo mundo se sente a vontade, é o lugar onde todo mundo sabe que pode chegar e o congresso tem essa perspectiva eclesial de ter muitas expressões da Igreja que estão presentes, como por exemplo, a RCC, membros do mundo acadêmico, pessoas de uma reflexão mais pastoral, como os padres Zezinho e Joãozinho. Veja a multiplicidade de rostos e expressões católicas, mas não só isso, também a presença de muitos irmãos evangélicos que vêm partilhar da sua visão de misericórdia. A casa da Mãe acolhe a todos e não deixa ninguém de fora”, explica.

De acordo com Izaias não existe como falar de misericórdia, sem passar pela figura de Nossa Senhora. “Maria proporciona e faz acontecer no mundo o rosto Misericordioso de Deus”, finaliza.

.:: Veja mais sobre o I Congresso Continental da Misericórdia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.