Por Redação A12 Em Igreja

Arquidiocese de Florianópolis (SC) forma comissão para preparar vivência do Ano Santo da Misericórdia

Logo do Jubileu da MisericordiaA arquidiocese de Florianópolis (SC) formou uma comissão que irá elaborar e programar as ações arquidiocesanas para o Ano Santo da Misericórdia instituído pelo Papa Francisco.

O Jubileu da Misericórdia terá início no dia 8 de dezembro de 2015 e a comissão foi formada a partir da experiência que já aconteceu na arquidiocese, por exemplo no Ano Sacerdotal, Ano da Fé, Celebração do Centenário da Diocese, Congresso Eucarístico Nacional.

Segundo o Coordenador Arquidiocesano de Pastoral de Florianópolis, padre Revelino Seidler em todos esses momentos, a formação de Comissões para planejar, motivar, encaminhar e executar as atividades programadas, foi uma experiência positiva.

“A pedido do Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, o Secretariado Arquidiocesano de Pastoral indicou nomes de pessoas e constituiu a Comissão para preparar e celebrar o Jubileu da Misericórdia na Arquidiocese de Florianópolis”, contou. 

 Uma primeira reunião da comissão aconteceu no dia 19 de junho, e acolheu sugestões para a preparação e a organização do calendário para a celebração do Jubileu na Arquidiocese. 

 “A Comissão estará acolhendo outras sugestões dos presbíteros, diáconos, religiosos(as), leigos(as) e através das reuniões que estarão acontecendo regularmente, e dará andamento aos trabalhos”, disse padre Revelino.

 

"...precisamos entender que o desejo de Francisco é “que os anos futuros sejam permeados de misericórdia para ir ao encontro de todas as pessoas levando-lhes a bondade e a ternura de Deus!"

O coordenador de pastoral da arquidiocese de Florianópolis acredita que a comissão contribui para a motivação dos fiéis na celebração do Ano Santo.

“Na Arquidiocese de Florianópolis consideramos importante criar a Comissão por duas razões principais: primeiro, para ajudar os fiéis a acolher a graça que Deus nos dá através do Papa Francisco ao proclamar o Ano Santo e convocar a Igreja do mundo inteiro para contemplar o mistério da misericórdia do Pai que é fonte de alegria, serenidade e paz. Segundo, porque precisamos entender que o desejo de Francisco é “que os anos futuros sejam permeados de misericórdia para ir ao encontro de todas as pessoas levando-lhes a bondade e a ternura de Deus! A todos, crentes e afastados, possa chegar o bálsamo da misericórdia como sinal do Reino de Deus já presente no meio de nós” (Misericordiae Vultus, 5)”, citou.

A arquidiocese de Florinópolis se prepara para a vivência do Ano Santo da Misericórdia de forma proporcionar o despertar para iniciativas piedosas.

“O Ano Santo da Misericórdia será uma oportunidade para despertar os fiéis para iniciativas permanentes e definitivas de misericórdia. Motivar as pessoas para terem olhar de misericórdia para drogados, bêbados, criminosos, mendigos, contemplar em cada rosto, durante o dia, a face dolorosa e transfigurada do Senhor. Contemplar sem julgar. Ajudará também as comunidades a praticar a Oração do Coração: rezar continuamente, de dia e de noite”, conclui.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.