Por Redação A12 Em Igreja

Arquidiocese de São Paulo realiza missa em memória do genocídio armênio

missa sao pauloO Cardeal Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo presidirá no dia 8 de maio de 2015, uma missa em memória dos mais de 1,5 milhão de mártires do genocídio armênio no período de 1915 e 1923. Este ano recorda-se o primeiro centenário do massacre contra o povo armênio.

A missa será celebrada na Catedral da Sé, no centro da cidade São Paulo, às 19h. A celebração contará com a presença de dom Vartan Waldir Boghossian, bispo do exarcado armênio, para os católicos apostólicos romanos de rito armênio residentes no Brasil.

O termo Genocídio foi cunhado pelo advogado judeu polonês Raphael Lemkin em 1944, cuja família foi uma das vítimas do Holocausto judeu. Em 9 de dezembro de 1948, a Organização das Nações Unidas aprovou a Convenção sobre a Prevenção e Punição do Crime de Genocídio. A Convenção define Genocídio como um crime internacional, que os países signatários se comprometem a prevenir e a punir.

No último domingo, 12, o Papa Francisco celebrou missa recordando das vítimas do genocídio. A celebração ocorreu na Basílica de São Pedro e participaram, Sua Santidade Karekin II, Patriarca Supremo e Católicos de todos os Armênios, Sua Santidade Aram I, Católicos da Igreja Apostólica Armênia da Cilícia, e o Presidente da Armênia, Serge Sargsian.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.