Por Tatiana Bettoni Em Igreja

Bispo de Itabira- Coronel Fabriciano avalia jubileu de ouro da diocese

A Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano vivencia seu jubileu de ouro, que será completado em 14 de junho de 2015. Entre as diversas atividades jubilares, são previstas duas romarias ao Santuário Nacional de Aparecida; a primeira no próximo mês de maio e a outra para 2016. 

Foto de: Reprodução

Nossa Senhora- Padroeira de Itabira

Nossa Senhora Aparecida: Padroeira da Diocese de
Itabira- Coronel Fabriciano.

Em janeiro, a Circunscrição Eclesiástica recebeu do Vaticano uma Carta Apostólica de Sua Santidade o Papa Francisco, felicitando a concedendo Bênção Apostólica ao Bispo Diocesano, Dom Marco Aurélio Gubiotti, a todo o clero, aos religiosos e religiosas e todos os fiéis diocesanos. 

Criada em 1965 pela Bula Haud Inani do Papa Paulo VI, com território desmembrado das Arquidioceses de Mariana e Diamantina, a diocese mineira teve seu início ao final do Concílio Vaticano II. 

Em entrevista ao portal A12, Dom Marco Aurélio relembra momentos marcantes da história, incluindo a Carta Apostólica do Papa Francisco, e comenta as atividades comemorativas do jubileu. 

A12 - O que representa o jubileu de ouro para a diocese e seus fiéis? 

D. Marco Aurélio - Completar 50 anos é motivo de orgulho sempre, seja em uma ocasião de aniversário natalício ou aniversário matrimonial, ou qualquer outra situação. Nestes cinquenta anos do encerramento do Concílio e Criação da Diocese de Itabira-Cel. Fabriciano, aumenta ainda mais o nosso desejo de nos firmarmos como uma Igreja que caminha em comunhão com a Igreja do Brasil e do Mundo, trazendo as marcas indeléveis da pastoral sonhada por São João XXIII.

A12 - Qual considera o fato mais marcante desta história?

D. Marco Aurélio - Não há como destacar apenas um fato marcante em uma história de 50 anos. Muitas coisas aconteceram durante esse tempo como por exemplo: A presença do primeiro bispo diocesano, Dom Marcos Antônio Noronha, no Concílio Vaticano II como padre conciliar; a construção da nova Catedral Diocesana, a instalação da Co-Sede da Diocese em Cel. Fabriciano, e a própria caminhada de fé do Povo de Deus, unida a seus pastores, os bispos e presbíteros que trabalharam e ainda exercem seu ministério pastoral nas paróquias e comunidades desta Diocese.

A12 - Como foi receber os cumprimentos de Papa Francisco?

Clique na imagem para ler o documento 

Carta Papa

Carta Apostólica do Papa Francisco, enviada em 
dezembro de 2014.

D. Marco Aurélio - As palavras do Santo Padre nos trouxeram ânimo e alegria. Acolher os cumprimentos vindos diretamente dele, para nós é motivo de festa. Principalmente porque o Papa Francisco nos ensina como deve ser a vivência do Cristão, não somente com palavras, mas também com atos. A palavra é um ótimo instrumento de ensino, mas o testemunho arrasta multidões.

Conosco não foi diferente. Papa Francisco nos ensinou com palavras, e em seguida nos mostrou com seus atos missionários e de caridade, o quão importante é ser verdadeiramente uma Igreja Missionária, levando a quem precisa o Evangelho de Jesus Cristo. 

A12 - Por ser a Senhora Aparecida a padroeira da diocese, há previsão de romaria ao Santuário Nacional de Aparecida?

D. Marco Aurélio - Há uma visita marcada ao Santuário da Mãe Aparecida ainda em 2015, precisamente entre os dias 25 e 27 de maio. Porém, essa visita será feita apenas pelo Clero Diocesano, devido a rede de hotelaria estar sem data para acolher uma romaria diocesana. Mas os fiéis diocesanos terão a oportunidade de participar de celebrações de agradecimento pelo Jubileu Áureo Diocesano, em fevereiro de 2016, quando haverá a Romaria Diocesana.

Já temos uma Imagem Peregrina percorrendo as paróquias de nossa Diocese. Por ocasião dos 30 anos de fundação da Diocese recebemos do Santuário Nacional o presente de uma imagem fac-símile de Nossa Senhora Aparecida. E em nossa romaria do clero nos dias já citados acima, iremos receber do Santuário, na pessoa de Dom Darci José Nicioli, um manto que esteve durante um mês sobre a imagem original. Esse manto será colocado em nossa imagem e a traremos de volta para nossa diocese.

Foto de: Portal A12/Arquivo

Dom Marco Aurélio Gubiotti

Dom Marco Aurélio Gubiotti no Santuário
de Aparecida em janeiro de 2014.

A12 - É prevista uma programação festiva para o jubileu?

D. Marco Aurélio - Sim, é prevista! Desde junho de 2014, quando abrimos o Ano Jubilar Áureo na tradicional Festa da Diocese, várias celebrações e eventos estão acontecendo em nossa Diocese. No mês de dezembro de 2014, quando comemoramos 49 anos de instalação canônica, lançamos nosso novo logotipo. Em fevereiro, acolhemos o 1º Encontro da Província Eclesiástica de Mariana do ano de 2015 e várias outras celebrações irão acontecer ao decorrer do Ano.

A grande Festa será no dia 14 de Junho, em Itabira, sede do Episcopado. Neste dia louvaremos a Jesus juntamente com toda Comunidade Diocesana, pelos nossos 50 anos de caminhada. A programação do Ano Jubilar estará em breve no site de nossa Diocese: www.dioceseitabira.org.br

 

Assista ao vídeo comemorativo dos 50 anos de história da diocese:

 

 

 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Tatiana Bettoni, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.