Por Redação A12 Em Igreja

Bispos da CNBB levam questões da família ao Sínodo

A 14º Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos sobre a Família, que acontecerá de 4 a 25 de outubro, terá a participação de cinco bispos da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) abordando o tema “A vocação e missão da família na Igreja e no mundo contemporâneo”.

Durante a 53ª Assembleia Geral da CNBB, realizada no mês de abril em Aparecida (SP), foram eleitos quatro bispos para participarem do Sínodo, além de dom Raymundo Damasceno, cardeal arcebispo de Aparecida, nomeado pelo Papa um dos quatro presidentes da assembleia sinodal. Os membros do Sínodo são: dom Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF) e presidente da CNBB; dom Geraldo Lírio Rocha, arcebispo de Mariana (MG), dom Odilo Pedro Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo (SP) e dom João Carlos Petrini, bispo de Camaçari (BA).

AG CNBB | Dom Petrini fala sobre participação de fiéis no Sínodo sobre a FamíliaEm entrevista ao portal A12.com, dom João Carlos Petrini falou sobre a realização do Sínodo e como acontece a participação dos membros.

“Os bispos eleitos participam da assembleia do Sínodo, em primeiro lugar atentos ao que o Espírito sugere à Igreja. Haverá momentos nos quais todos juntos estarão debatendo temas, com cinco minutos de tempo para que os inscritos possam fazer sua comunicação. Nesse caso, os que falam podem deixar por escrito sua intervenção acrescentada de outras explicações e argumentos que não couberam na exposição oral. Além disso, muito tempo é dedicado ao trabalho em grupos, divididos em diversas línguas, para discutirem de maneira mais aprofundada diversos temas. Na etapa final, os bispos devem redigir proposições de um parágrafo, cada uma delas tratando de um tema específico. Essas proposições são oferecidas ao Papa Francisco para que, a partir delas, possa elaborar uma exortação apostólica, se assim ele considerar oportuno”, explica.

Sobre as questões da família, dom Petrini destaca a preocupação do Papa com o núcleo familiar como base de uma sociedade melhor.

 

"Isto indica até que ponto o Papa Francisco e toda a Igreja consideram a família um tema decisivo para o crescimento das pessoas..."

“Este tema já foi tratado no Sínodo Extraordinário realizado em outubro do ano passado. Isto indica até que ponto o Papa Francisco e toda a Igreja consideram a família um tema decisivo para o crescimento das pessoas, para o fortalecimento da Igreja nesta etapa da Nova Evangelização e para a construção de uma convivência social mais humana, solidária e fraterna, para que tenhamos uma sociedade de paz”, enfatiza.

Muitas questões sobre a família serão debatidas e decididas durante o Sínodo, e dom Petrini numerou as questões que avalia como fundamentais na condução do trabalho dos bispos:

“Primeiro, reapresentar o Evangelho da família, as razões pelas quais vale a pena que um jovem e uma jovem se casem e busquem no sacramento do matrimônio o significado mais profundo para a vivência de seu amor. O motivo de ser bom viver em família, a riqueza da paternidade e da maternidade, apontamentos de como a vida familiar é um caminho de realização humana mais eficaz do que um amor vivido ocasionalmente, sem vínculos conjugais e parentais”.

Dom Petrini pontuou ainda as brechas da vivência do amor e as políticas públicas para a família. “Em segundo lugar, cabe enfrentar as feridas que fazem sofrer muitas pessoas e que nascem quando o amor humano é vivido de maneira parcial, não como dom total de si para o bem do outro e quando não é fortalecido pela presença de Cristo”, colocou.

“Em terceiro lugar, é importante compreender melhor as relações entre família e sociedade, inclusive pensando a políticas públicas que possam fortalecer a família, amenizar o conflito família X trabalho, entre outros”, finalizou Dom Petrini.

A realização do Sínodo contará com a participação de bispos do mundo todo, membros das Conferências Episcopais. As Conferências dos diversos países que ainda não nomearam seus representantes têm prazo até outubro para escolher seus membros e substitutos.

 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.